Entrar em um relacionamento é algo que qualquer um consegue com facilidade, porém, permanecer é a tarefa mais complicada entre a maioria dos casais, principalmente quando o parceiro é alguém com características bem diferentes das nossas. A verdade é que poucas pessoas têm conseguido construir um relacionamento dos sonhos, algumas afirmam que isso é decorrente de algumas frustrações anteriores o que as impossibilitam de acreditar que possam dar certo e com isso acabam tomando atitudes para lá de inusitadas [VIDEO].

Esse é o caso de Sophie Tanner, uma jovem que por não acreditar em um relacionamento de sucesso com outras pessoas, decidiu casar-se consigo mesma.

O ocorrido ganhou repercussão internacional no ano de 2015. A jovem fez tudo como manda o figurino: cerimônia, vestido de noiva, festa, contratou uma equipe de fotógrafos e alguns cinegrafistas para registrar o momento em vídeo, que, para ela, seria a realização de um sonho.

Tudo parecia estar resolvido, porém, o problema de Sophie acabou se tornando ainda mais complicado, após ela reaparecer afirmando que acabou tendo um caso fora do Casamento dela com ela mesma.

Tudo parece ser bem confuso, mas acontece que dois anos depois do seu casamento, Sophie participou do programa britânico “This Morning”, onde acabou revelando que o casamento dela não foi tão perfeito como imaginava que seria. Sophie traiu ela mesma com um rapaz chamado Ruari Barrett, com quem ficou se relacionando pelo período de cinco meses.

Os melhores vídeos do dia

No programa britânico, ela explicou os reais motivos de ter casado consigo mesma e o que a cerimônia representou em sua vida. Ela enfatizou que tudo foi realizado como um ato de amor próprio, o que a fez manter sua autoestima para cima.

“Casar consigo mesma é ato de amor próprio, é ter cuidados consigo mesma, o que faz ser tão importante como em um relacionamento amoroso. Casar consigo mesma não quer dizer que está desprezando outros relacionamentos, mas, que você não quer entrar em relacionamentos ruins”, disse ela. [VIDEO]

Ela ainda enfatizou que se as pessoas tivessem mais amor próprio, não seria necessário uma cerimônia para mostrar isso. Ela acredita que sua atitude levantou as questões sobre o amor próprio, e demonstrou que tal feito é tão importante quanto as relações afetivas com outras pessoas.

“Casar consigo mesma é um acordo para sempre, uma obrigação em ser responsável pela sua própria felicidade durante todos os dias, de modo que o divórcio não é uma opção”, concluiu.