A fidelidade é algo extremamente importante para a maior parte dos casais, sendo esse um item de grande importância nos relacionamentos amorosos. A traição é algo doloroso e cada um encara de uma forma diferente quando descobre que está passando por isso. Algumas pessoas encaram numa boa e terminam a relação amigavelmente. Já outras tomam atitudes impensadas e muitas vezes se arrependem.

Um caso de infidelidade acabou mal e por pouco não virou uma tragédia. Uma mulher flagrou a traição do Marido e inconformada resolveu dar uma lição na Amante. A esposa traída queimou a amante e arrastou a ‘outra’ pelos cabelos.

A notícia foi veiculada pelo jornal The Sun e ganhou notoriedade pelo mundo todo.

O caso aconteceu na cidade de Plymouth, na Inglaterra. Tudo aconteceu quando a mulher pegou o esposo mantendo relação sexual com a amante dentro da casa onde eles moravam [VIDEO]. O ato foi consumado no sofá da residência do casal.

A esposa traída foi identificada como Monika Fourie, de 34 anos. A mulher é oficial da marinha, e após pegar o esposo em adultério, acabou cometendo um ato insano. Após presenciar a triste cena, Monika manteve o controle e disfarçou a raiva que sentia naquele momento. Ela pediu que o seu esposo, Walter Fourie, fosse até o segundo andar da casa.

Nesse momento, a oficial ficou conversando com a amante, a jovem de 24 anos que foi identificada como Hanna Stokes. Porém, o que aparentava seria uma conversa tranquila, se transformou em um ‘barraco’ daqueles. A mulher traída foi para a cozinha fazer um chá para a amante do marido.

No entanto, Monika acabou derrubando ‘sem querer’ água quente na mulher com quem seu esposo estava tendo um caso. A amante teve queimaduras pelo corpo e na sequência foi arrastada pelos cabelos e jogada para fora da residência.

Monika é acusada de jogar água quente na amante

Hannah Stokes sofreu lesões nas costa, peito e pescoço. O caso foi levado ao tribunal. No julgamento, a esposa traída afirmou que não provocou a queimadura na mulher de maneira intencional. Segundo Monika, tudo não passou de um acidente.

Em lágrimas, a amante se justificou para os jurados dizendo que Monika estava irada. Ela afirmou também saber que tinha feito algo de errado, mas que não merecia o que aconteceu.

O caso aconteceu no ano de 2015, mas voltou à tona recentemente, devido ao julgamento. A mulher traída foi presa após o fato, mas no começo do ano de 2016 foi solta por pagar a fiança. Apesar das explicações de Monika, ela corre o risco de perder algo muito precioso: a sua liberdade. A imprensa local especula que ela pode pegar uma pena pesada, podendo chegar a 15 anos de prisão.