Para os crédulos, sexta-feira 13 é uma data enigmática, na qual o mistério e a magia se misturam em meio ao cotidiano. Porém, dessa vez, a data será marcada por um peculiar evento cósmico. De acordo com informações do Centro Meteorológico Fobos e da agência de notícias Tass, ambas da Rússia, no dia 13 a Terra será atingida por uma intensa tempestade geomagnética (ou tempestade solar). O fenômeno deve continuar até sábado (14). Confira a manchete!

"Uma nova porção do vento solar atingirá a Terra nos próximos dias.

O que causará outra tempestade magnética, que é esperada de 13 a 14 de outubro”, comunica o sistema meteorológico do país. Entretanto, a imprensa russa acrescenta que dois dias antes da chegada da tempestade solar, a partir de quarta-feira (11), o campo magnético do planeta pode sofrer alterações.

Cientistas ressaltam que as partículas carregadas da coroa solar podem afetar dispositivos eletrônicos, aumentando a chance de acidentes nas navegações e interrompendo transmissões dos dispositivos de telecomunicações como, por exemplo, os satélites.

Pesquisadores acrescentam outra peculiaridade decorrente do evento cósmico. De acordo com eles, indivíduos sensíveis às condições climáticas podem sentir efeitos colaterais. Desconforto físico, dores de cabeça, nervosismo, irritabilidade, exaustão, ansiedade, são algumas características apontadas pelos estudiosos.

Desde o dia 4, do mês passado, o sol expele partículas carregadas em direção à Terra. Inicialmente, houve cinco pequenas manifestações e depois o astro rei liberou duas poderosas explosões. A primeira na noite de sexta-feira e a segunda na manhã do dia 7 de setembro, considerada a mais forte da última década – clique AQUI [VIDEO] para conhecer o assunto.

Internautas comentam o anúncio

Na parte de comentários do grupo midiático RT, usuários falam sobre o assunto. Francisco Delgado, por exemplo, demonstra preocupação com o fato da Terra começar a sentir os efeitos apenas dois dias antes da chegada da tempestade.Para ele, existe a chance de milhares de pessoas ficarem sem acesso à internet.

“Mas também as notícias falam que o campo magnético da Terra poderá sofrer alterações dois dias antes dessa tempestade e até o dia 15 deste mês. Se a tempestade chegar será o ‘teste’ para usuários da Internet saber se eles são viciados ou podem suportar 3 dias sem tecnologias?”, comenta.

Porém, Henry Flowers demonstra ceticismo quanto as eventuais interferências nos sistemas eletrônicos. “Particularmente, hoje em dia, não acho que isso mude de forma notável”, declara – confira abaixo.