A empresa [VIDEO] de cosméticos "Dove" pediu desculpas depois de publicar um anúncio na sua página do Facebook que mostrava uma mulher negra se transformando em uma mulher branca. A marca foi acusada de racismo sobre A campanha de publicidade online e, mais tarde, admitiu que tinha errado com essa imagem postada. O anúncio mostrou uma mulher negra tirando sua blusa para revelar uma mulher branca embaixo, supostamente depois de usar loção corporal Dove.

A campanha já foi removida do Facebook, mas foi compartilhada por Naomi Blake, uma maquiadora americana que é conhecida pelo nome de Naythemua. Sob a postagem, foi perguntada se as pessoas ficariam ofendidas se a mulher branca tivesse se tornado uma mulher negra.

Ela disse: "Não, não queremos, e esse é o ponto todo".

Ela acrescentou que a equipe de marketing da Dove deveria ter sido melhor instruída e estudar mais sobre o assunto. Após a remoção do anúncio, Dove, que é de propriedade da Unilever, tweetou: "Uma imagem que publicamos recentemente no Facebook perdeu a marca em representar as mulheres de cor. Nós lamentamos profundamente toda confusão e ofensa causada."

Em uma declaração adicional, Dove disse: "Como parte de uma campanha para a lavagem corporal de Dove, um vídeo clip de três segundos foi publicado na página do Facebook dos EUA. Isso não representou a diversidade da beleza real, que é algo que Dove é apaixonado e é fundamental para nossas crenças, e isso não deveria ter acontecido. Removemos o post e não publicamos nenhum outro conteúdo relacionado.

Pedimos desculpas profundas e sinceras pela ofensa que causou".

No entanto, o dano foi feito e os quase 3.000 comentários abaixo do tweet foram quase exclusivamente negativos. Muitos usuários de redes sociais pediram um boicote aos produtos da Dove.

Ava DuVernay, diretora do filme Selma, foi uma das muitas pessoas proeminentes a criticar o anúncio e as desculpas. Ela disse no Twitter: "Você pode fazer melhor do que 'perder a marca'."

O modelo trans Munroe Bergdorf, que recentemente esteve no centro de uma disputa de racismo com a L'Oreal, escreveu: "A diversidade é vista como uma moda ou uma tendência. Uma oportunidade de vender produtos para mulheres de cor. Faça melhor."

Outros apontaram que esta não era a primeira vez que a empresa foi acusada de racismo. Em 2011, o anúncio antes e depois de Dove traçou a transição de uma mulher negra para uma mulher branca depois de usar sua lavagem corporal.

Na época, Dove disse em uma declaração: "Todas as três mulheres têm a intenção de demonstrar o benefício de produto 'após'. Não toleramos nenhuma atividade ou imagem que insulte intencionalmente qualquer público".

O que você achou desse anúncio?