A Dove, que é uma marca que pertence ao grupo Unilever, está sempre em grande evidência na mídia, pois, é pioneira nos discursos sobre empoderamento feminino, sempre focando na aceitação de todos os tipos de mulheres, valorizando as peculiaridades de cada corpo e a beleza feminina em suas propagandas publicitárias.

Entretanto, uma campanha compartilhada em sua página no Facebook causou grande revolta nas redes sociais, onde o público apontou se tratar de uma campanha racista, levando a empresa a voltar atrás e se desculpar pela campanha ‘’equivocada’’, retirando do ar a publicidade.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Na campanha de uma loção corporal é possível ver que uma mulher negra se ‘’transforma’’ em uma mulher branca ao utilizar o produto.

O vídeo foi publicado na página oficial da Dove no Facebook nos Estados Unidos e rapidamente sofreu as críticas dos internautas, sendo amplamente compartilhado por homens e mulheres que ficaram indignados com a propaganda.

Mesmo a empresa retirando do ar a campanha, ainda é possível ver a publicidade em diversos perfis do Facebook. Confira a postagem:

Muitas pessoas que compartilharam a postagem fizeram comentários de que os negros serão julgados pela cor da sua pele, que para ter beleza se faz necessário ser branca e que a equipe de marketing da Dove deveria ter percebido que se trata de um conteúdo ofensivo para o público negro. Entre as pessoas que criticaram amplamente a campanha estão cineastas, modelos e ativistas com grande reconhecimento no país.

Após a remoção do anúncio publicitário, a Dove publicou uma nota oficial com um pedido de desculpas pelas ofensas que a campanha causou ao público negro e que o anúncio perde a essência da marca de representar as mulheres de cor.

A Dove divulgou ainda uma outra nota, em que afirma que um vídeo de 3 segundos publicado em sua página no Facebook não representa a diversidade real da beleza feminina, que não faz parte dos princípios da empresa e que, por isso, não deveria ter acontecido.

Continua a nota dizendo que o conteúdo foi removido e que não iriam publicar nenhum outro conteúdo relacionado, pedindo desculpa por todo o incômodo gerado.

Porém, apesar da retratação da empresa, o conteúdo ainda continua circulando e muitas pessoas pedem em seus comentários o boicote a compra dos produtos da empresa, dizendo que muito ainda precisa ser feito para que esse tipo de mensagem pare de ser produzido e veiculado nos meios de comunicação pelas empresas.