A Lua de mel é uma viagem feita pelos recém-casados para celebrar seu casamento em intimidade e isolamento. Hoje, a lua de mel costuma ser celebrada em destinos considerados exóticos ou românticos. Este é o período em que os recém-casados fazem uma pausa para compartilhar alguns momentos íntimos e que ajudam a estabelecer amor em seu relacionamento.

Esta privacidade, por sua vez, acredita que facilita a zona de conforto para uma relação física, que é um dos principais meios de ligação durante os dias iniciais do casamento.

Publicidade
Publicidade

Porém, em alguns casos a uma lua de mel não sai como o planejado. Foi exatamente o que aconteceu com esse casal, pois a esposa morreu durante a lua de mel.

Uma jovem morreu enquanto estava passado a lua de mel, em Fiji, na Oceania. A vítima foi identificada como Kelly Clarke, de 24 anos, que trabalhava com enfermeira do Westmead Children's Hospital, em Sydney, na Austrália. De acordo com o marido da vítima, Chase Clarke, de 28 anos, a esposa tinha reclamado que estava com fortes dores no estômago na quarta-feira passada (11). Ela foi levada para o Hospital Lautoka, ao Norte de Nadi, mas acabou não resistindo e morreu na sexta-feira (13).

Corpo de jovem morre de pneumonia chegou nesta segunda-feira, em Sydney

Segundo familiares da vítima, ela morreu de pneumonia bilateral grave. O corpo da jovem enfermeira voltou a Sydney às 22h30 desta segunda-feira (16), horário local. Clarke voltou a Sydney em um jatinho particular, aterrissando à 1h da madrugada.

Inicialmente, os familiares da jovem relataram que o custo para trazer o corpo de Kelly custaria US$ 61 mil (cerca de R$ 193 mil), mas o seguro arcou com as despesas.

Publicidade

Esposo da vítima disse que está em estado de choque após a morte

"Ela me disse que estava com medo de que ela iria morrer. Eu disse a ela que a amava. Esta situação horrível não deveria ter acontecido", disse Clarke. O jovem disse que ainda está em estado de choque após a morte de Kelly. "Isso não é algo que eu já pensei em fazer, essa imagem está agora em minha mente", disse o homem em lágrimas.

Clarke disse que a esposa está morta por sua causa.

“Eu me culpo, a culpa é pesada, ninguém mais. Se não tivéssemos ido a Fiji em nossa lua de mel, ela ainda poderia estar viva hoje”, relatou. O irmão da vítima, identificado como Murray Shaw, relatou que a enfermeira era uma garota linda, uma irmã incrível e vai fazer muita falta.

Familiares agradecem todas as doações

Familiares da vítima fizeram uma página para arrecadar fundos para ajudar a trazer a jovem para casa antes dela morrer. Cerca de US$ 52 mil (R$164 mil), foram arrecadados.

Publicidade

"Todas as suas doações generosas irão fazer um longo caminho para apoiar o marido e a família nos momentos difíceis que estão por vir", escreveu a família no site.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo