Nesta era das mídias sociais, há muitas pessoas que farão qualquer coisa para gravar tudo o que fazem. Infelizmente, muitas vezes até mesmo colocam a própria vida em risco apenas para registrar um momento. Foi exatamente o que aconteceu com uma mulher.

A russa Natalia Borodina, de 35 anos, estava curtindo Férias e resolveu fazer um vídeo durante um percurso de carro. Mas algo não saiu como planejou e acabou morrendo após bater a cabeça em um poste de energia elétrica. [VIDEO] Todo o incidente foi gravado por uma amiga que estava dirigindo o carro.

Entenda o caso

Conforme uma reportagem publicada nesta quinta-feira (12) pelo portal site do jornal britânico Daily Mail, uma mulher morreu no momento em que gravava um vídeo apenas de topless em um carro em movimento.

Segundo o portal, o caso foi registrado na República Dominicana, onde a mulher passava férias.

Natalia Borodina, que atualmente morava em Cannes, na França, tirou a parte de cima do biquíni e ficou com metade do corpo para fora do carro, que estava em movimento. O vídeo já começa com a vítima apenas de calcinha na janela do carro. Conforme relatos, o vídeo foi gravado por uma amiga da vítima, Ivanna Boirachuk, de 32 anos, que tudo indica estava dirigindo o veículo [VIDEO].

Mulher é vista em vídeo com a cabeça para fora de caro em movimento

Em determinado momento do vídeo, a jovem coloca a cabeça para fora do veículo. A imprensa local informou que o vídeo foi gravado na Rodovia de Punta Cana, na República Dominicana. Nas imagens, a vítima aparece alegre e sorridente. Em certo momento, Natalia brinca com o dedo na boca e ri para a câmera.

Após alguns segundos, acontece o acidente.

Conforme informações da imprensa local, a vítima foi levada para uma unidade médica, mas acabou não resistido aos fermentos e morreu [VIDEO]. "A mulher estava se divertindo demonstrando os seios nus enquanto a amiga dirigia o carro", relataram as autoridades dominicanas.

A vítima estava passando férias junto com a amiga quando aconteceu o acidente

Segundo informações, a vítima estava passando férias na República Dominicana junto a amiga. A mulher é natural de Zlatoust, uma cidade industrial nos Urais. Após algum tempo, ela se mudou para a capital regional de Chelyabinsk, antes de ir para Moscou.

Atualmente, ela trabalhava em Cannes, na França, como corretora de imóveis, onde os principais clientes eram homens ricos. Segundo relatos dos amigos, a família da vítima já foi informada sobre a morte assustadora de Natalia.

Veja o vídeo antes do acidente:

Não vale a pena arriscar a própria vida apenas para fazer um vídeo ou tirar uma selfie. Qual a sua opinião sobre esse terrível acidente? Você já se arriscou para fazer um vídeo ou tirar uma selfie? Deixe-nos saber seus pensamentos na seção de comentários abaixo.