Conforme reportagem publicada nesta segunda-feira (2) pelo portal de notícias Tori, uma mulher morreu depois de tomar suplementos vendidos online que foram anunciados como uma maneira de clarear a pele e aumentar o tamanho dos seios. Segundo o portal, o incidente aconteceu no dia 22 de setembro, na província de Prae, ao Norte da Tailândia. A vítima foi identificada como Wijitra Jantaphrom, de 35 anos. Conforme informações da imprensa local, o corpo da vítima foi encontrado dentro do banheiro por familiares.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações repassadas pelos parentes, Wijitra começou a tomar os suplementos a feito à base de plantas há alguns meses e os primeiros resultados pareciam que o suplemento estava tendo um ótimo resultado. Segundo eles, devido a isso, a vítima até recomendou para seus amigos as cápsulas que ela descobriu e pediu através do Facebook. No decorrer do tratamento, a vítima, que trabalhava em uma fábrica de móveis, passou mal e ficou com o rosto inchado e chegou até desmaiar.

A jovem foi socorrida pelos parentes e levada para uma unidade médica de Prae.

No hospital, a mulher recebeu o atendimento necessário para o caso. Os médicos que atenderam a jovem relataram que ela foi diagnosticada com uma doença renal. Pouco tempo depois, a vítima recebeu alta hospitalar e voltou para casa. Mas o seu estado de saúde acabou piorando e Wijitra acabou morrendo no banheiro em sua residência. De acordo com um parente da vítima, identificado como Kamchanok Kongkoi, de 26 anos, em entrevista para a imprensa local, eles estavam planejando uma festa de aniversário para vítima, que seria no dia 22 de setembro.

Publicidade

Os familiares levaram o bolo de aniversário para o velório da jovem, que aconteceu no cemitério de Wat Ton Khrai, na cidade de Prae, no dia 24. Farmacêuticos disseram que esse tipo de incidente é um grande problema da sociedade moderna pelo fato das pessoas terem fácil acesso a medicamentos. Atualmente, muitos sites vendem drogas que tentam dizer que é são naturais.

Outro caso semelhante aconteceu no mês de julho no México. Na ocasião, uma jovem identificada como Lucero Priscila Garza Campos, de 24 anos, morreu após tomar medicamentos para emagrecer sem acompanhamento médico.

De acordo com o portal de notícias G1, a jovem tomou os remédios durante um mês, após ter ganhado peso durante a gravidez.

Porém, no decorrer da automedicação, a jovem passou mal e teve se ser levada às pressas para um hospital. De acordo com a imprensa local, a jovem ficou internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) durante seis dias, mas acabou não resistido e morreu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo