O que uma pessoa seria capaz de fazer para se ver livre de uma relação tóxica, cheia de reclamações do parceiro ou da parceira, além das alterações de humor? O inglês Malcolm Applegate, de 62 anos, é a melhor pessoa para explicar como reagir a uma situação como essa, porque tomou uma decisão drástica e abandonou um casamento de três anos e sair da cidade de Birmingham, onde morava com ela, e fugir para Londres.

Parece roteiro de um filme [VIDEO], mas é real. Applegate fez toda a viagem a pé porque teve sua bicicleta rodada enquanto fazia o trajeto. Assim, ele demorou três semanas para chegar ao seu destino. Essa é apenas uma das coisas que marcou sua decisão, porque ao chegar em Londres, o homem que trabalhava como jardineiro foi morar no meio da floresta só para conseguir fugir da mulher, que segundo ele, vivia reclamando.

O jardineiro acabou vivendo 10 anos no meio do mato. Não foi uma estadia solitária porque ele morou em um camping com mais duas outras pessoas na floresta que fica próxima de Kingston na região sudoeste da capital inglesa. E assim ele se virou fazendo serviços de jardinagem em um centro comunitário de atendimento para idosos durante o tempo em que morou na região.

Nesse tempo todo ele conseguiu o que queria. Se afastou completamente da mulher e dos parentes cortando todo tipo de contato. Uma irmã acreditou que ele estivesse morto por ter ficado tanto tempo desaparecido e sem dar nenhuma notícia, mas Applegate deu sinal de vida e mantém uma boa relação com ela. Já com a ex-esposa não quer saber de manter nenhum contato.

Hoje, ele não vive mais na floresta e divide um lugar com outras pessoas na cidade.

O jardineiro mora em um abrigo para sem-teto na cidade de Greenwich, sul de Londres. O novo Estilo de vida, segundo o inglês, o tornou uma pessoa mais feliz e apesar de não ter sua própria casa, diz viver muito bem fazendo "bicos" sempre que aparece um trabalho.

Apesar da decisão de largar a mulher e se esconder no mato, ele disse à imprensa britânica que nos três anos em que ficou casado, tudo correu bem. O relacionamento era cordial até o momento em que a mulher se encheu de seu serviço de jardineiro, cobrando mais tempo para a relação, o que para ele era difícil porque estava trabalhando muito e a cada dia aumentando o número de clientes. Apesar da ex-esposa ter razão em cobrar um tempo maior para o casamento, ele chegou à conclusão de que o relacionamento estava fazendo muito mal a ele. E como não estava bom nem para ele, nem para ela, resolveu largar tudo e fugir para a floresta onde viveu 10 anos de sua vida.