Uma mulher foi presa na sexta-feira (19), acusada de ter estuprado um adolescente na escola onde ela trabalhava de ajudante, em Cleveland, Ohio, Estados Unidos. A mulher foi identificada como Maria Velez, de 24 anos, que é policial na localidade. Para as autoridades locais ela é a principal suspeita de ter abusado sexualmente um adolescente de apenas 13 anos, em várias ocasiões diferentes o longo de nove meses. [VIDEO]

Segundo as investigações da Polícia, as agressões sexuais contra o adolescente começaram em março e se estenderam até dezembro de 2015. De acordo com a imprensa local, em outubro de 2014, a mulher foi contratada pela escola como uma profissional na área de bilíngue.

Porém, em dezembro de 2015, ela renunciou ao trabalho. Após algum tempo, a mulher começou a trabalhar como policial no Departamento de Polícia de Cleveland.

Roseann disse que o distrito não estava ciente de qualquer acusação feita contra ela durante seu tempo de trabalho no distrito escolar. As investigações sobre o crime sexual [VIDEO] cometido pela policial começaram no mês de setembro deste ano. De acordo com informações repassadas pela polícia, Maria tentou convencer o menino a mentir para a polícia sobre os estupros. Porém, a polícia não informou se alguma pena a mais será acrescentada devido ela tentar interferir nas investigações. Apenas acrescentou que a policial foi suspensa das suas funções como policial e sem pagamento.

Perfil da policial

Após seu período na escola, Maria foi contratada pelo Departamento de Polícia de Cleveland em 2015.

Ela se formou na academia de polícia em 2016. A mulher trabalhou como oficial de patrulha no quinto distrito de Cleveland. Na pendência do resultado da investigação, suspeita foi suspensa sem pagamento.

"Como todos os americanos, a oficial Velez é inocente até que seja provado culpada em um tribunal de justiça. Uma pressa para o julgamento é especulativa, não justificada. Confiamos no nosso sistema de justiça criminal", disse Steve Loomis, presidente da Associação de Patrulheiros da Polícia de Cleveland, após a prisão da policial. De acordo com o seu perfil no Linkedin, Maria é graduada na Universidade John Carroll, onde estudou psicologia forense. O objetivo era se tornar um agente do FBI. Ela também é formada pela John Hay High School.

Outros casos de abusos

Outro caso semelhante aconteceu em Beaumont, Califórnia, Estados Unidos. Na ocasião, uma professora casada foi presa acusada de ter um caso amoroso [VIDEO] com um estudante menor de idade. A mulher foi identificada como Samantha Ciotta, de 32 anos, que era professora da vítima no Beaumont High School. De acordo com a polícia, a mulher teve um caso com o aluno ao longo de vários meses, e o caso só veio à tona após um vídeo onde ela aparace com a vítima apenas de roupas íntimas foi divulgado no Snapchat.