Ao passear pela floresta do condado de Staffordshire (Inglaterra), com a filha Paige, 7 anos, Elisa Brown, 40, foi assombrada por um misterioso humanoide. De acordo com a mulher, ele as espiava atrás das árvores. Elisa ainda captou imagens da pretensa entidade.

Embora tenha pouca qualidade gráfica, a gravação evidencia a presença de algo (ou alguém) perto da mãe e da filha. De acordo com o jornal britânico The Sun, desta segunda-feira (30), a inglesa destacou o clima de terror vivenciado na mata.

Disse que ao transitar na área com a menor, ouviu alguém bater palmas de dentro do bosque. Também escutou a voz de um homem, ao mesmo tempo em que filmava a garota e o cachorro de estimação, Max.

Conforme a inglesa, minutos antes do acontecimento, o silêncio predominava no ambiente. Os únicos barulhos percebidos eram os passos dela, de Paige e de Max. Porém, em determinado momento tudo mudou.

Ela escutou um som que descreveu como “sons de paus sendo quebrados”. Preocupada com a segurança da filha, começou a observar ao redor, no intuito de descobrir se havia alguém à espreita. “Mas não consegui ver ninguém”, disse.

Contudo, após perguntar para a criança se ela também notou o barulho, ouviu algo sinistro. Uma voz masculina sussurrando os seguintes dizeres: “Eu não sei”.

Para Elisa Brown não há dúvidas de a manifestação vocálica ter origem na figura humanoide [VIDEO] flagrada na mata.

“Não poderia ter sido mais nada [além da figura no vídeo]”, fala.

A criatura, notada apenas horas depois, quando ela chegou em casa e analisou o vídeo com objetivo de identificar a origem da voz, foi descrita como sendo um espantalho. “Para mim, parece um espantalho ou algo assim, mas quando voltei para o bosque, não havia nada lá", declara.

Apesar de eventos sobrenaturais serem restritos à maioria dos indivíduos, eles são constantes na vida de Brown. Ela revela ter presenciado outros fenômenos paranormais; dentre eles fantasmas e demônios. “Isso me interessa porque eu sei que é tudo tão real", afirma.

A seguir, confira a gravação. Ainda que a qualidade deixe a desejar, aos 17 segundos é possível notar uma forma humanoide.

Cão assustado, Bunker e muito mais

Propensa a descobrir o mistério observado naquele dia (data exata não é citada), Elise destacou que ao retornar à área com o outro cachorro, Tyson, ele ficou alarmado.Não quis explorar o local e permaneceu o tempo todo imóvel.

Brown ainda frisou outra curiosidade sobre o bosque. Disse haver um refúgio subterrâneo dentro da mata, cuja utilidade é desconhecida dos moradores. “Mais adiante há um bunker, mas não tenho certeza para que é usado".

Talvez o habitante do refúgio tenha perseguido a família. Para a inglesa, essa hipótese é mais perturbadora do que a de uma assombração. “Eu só quero saber se era um fantasma ou não. Provavelmente é mais assustador se há um homem escondido nos arbustos", avalia.