Os ataques terroristas estão cada vez mais comuns na América do Norte e na Europa. Somente esse ano, já foram registrado vários desses ataques, alguns com maior gravidade que outros. Dessa vez, quem foi alvo dos radicais foi os Estados Unidos da América. Durante um show country em Las Vegas, um atirador aproveitou da aglomeração de pessoas e efetuou centenas de disparos.

O que deveria ser um show de música, na madrugada dessa segunda-feira (2), acabou se transformando em um verdadeiro show de horror e de desespero.

As pessoas que participaram do show acabaram sendo vítima de um terrível tiroteio. Um homem identificado como Stephen Paddock estava em um quarto de hotel que tem vista para a área de show fez centenas de disparos e deixou aproximadamente 50 mortos e 400 feridos. Devido a gravidade da tragédia, o número de mortos ainda pode aumentar.

Segundo as autoridades norte-americanas, o homem foi encontrado morto dentro do quarto.

Provavelmente, ele tenha cometido suicídio logo após os disparos.

Mesmo tendo todos os indícios de que seja um ataque terrorista, ainda, nenhum grupo radical assumiu a responsabilidade dos tiroteios. Mas uma informação já se tem: na história dos Estados Unidos, esse foi o tiroteio que teve o maior número de vítimas.

As autoridades que estão trabalhando no caso informaram que o atirador estava do 32º andar do prédio.

O Itamaraty lançou uma nota dizendo que não encontraram nenhum brasileiro dentre as vítimas, porém, caso alguém não consiga contato com seus familiares o órgão disponibilizou um telefone para pedir informação.

O brasileiro Nicholas Micaloski, de 24 anos, que estava no local, contou a um site de noticias que quase virou uma vítima do tiroteio. Ele disse que procurou ingressos para comprar, porém, eles já haviam se esgotados.

"Estava a 20 minutos a pé do Mandala Bay quando soube o que havia acontecido. Naquele momento, ainda havia relatos de que outros homens armados também poderiam estar à solta. Vi policiais fortemente armados entrando no hotel perto de onde estava e corri para um local seguro", relatou ele.

Vídeo

No vídeo que circula na internet, é possível ver o grande desespero das pessoas. O show acontecia normalmente quando os disparos começaram.

Muitas pessoas confundiram os tiros com fogos de artifício. Em seguida, é possível ver muitas pessoas sendo alvejadas e caindo pelo chão. Alguns tentavam se levantar em meio ao empurra-empurra, porém, outras já pareciam estar mortas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo