O terror tomou conta novamente dos Estados Unidos. Um homem invadiu uma igreja [VIDEO]e abriu fogo contra os fiéis que assistiam ao culto. O caso aconteceu na manhã deste domingo (05), em Sutherland Springs, um município localizado no estado do Texas.

A tragédia deixou um total de 26 pessoas mortas e mais 20 feridas [VIDEO]. O suspeito de cometer a atrocidade foi localizado morto depois de uma perseguição policial. No entanto, as autoridades competentes não informaram ainda se o homem se suicidou ou se algum morador matou o suspeito. O FBI está auxiliando nas investigações do crime.

Greg Abbott, governador do estado do Texas, se pronunciou sobre a tragédia e disse que esse é o pior caso de tiroteio em massa que ocorreu na história do estado.

Segundo as informações do porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Texas, Freeman Martin, 23 pessoas atingidas no tiroteio acabaram morrendo dentro do local, duas faleceram do lado de fora da igreja e uma enquanto era encaminhada para atendimento médico.

Ainda de acordo com Freeman, o atirador teria sido visto em um posto de gasolina minutos antes de cometer a barbárie. Ele estava vestindo uma roupa toda preta e usava um colete à prova de balas. No carro do criminoso foram encontradas várias armas. A idade das vítimas da tragédia varia entre 5 a 72 anos.

Suspeito do crime

Conforme informações do porta-voz de segurança, o suspeito tinha aproximadamente 20 anos e era branco. As autoridades competentes estão trabalhando para fazer a identificação de todas as pessoas feridas no tiroteio.

No entanto, de acordo com a agência de notícias AP, dois policiais que preferiram não ter suas identidades reveladas, disseram que o atirador foi identificado como Devin P. Kelley, de 26 anos. Um dos agentes falou que o homem morava próximo de San Antônio e até então não foi constatado nenhuma associação do meliante a grupos terroristas. Inclusive um post do atirador mostrava uma arma AR-15.

Vítimas do tiroteio

As vítimas da barbaridade foram encaminhadas para atendimento em hospitais da região. Ainda não foi divulgado boletim médico informando o real estado de saúde dos feridos que continuam internados nos hospitais.

A esposa do pastor da igreja, Sherry Pomeroy, falou durante a CNN que a filha de apenas 14 anos estava no culto e acabou morrendo durante o tiroteio. Nem o pastor Frank Pomeroy, nem sua esposa estavam presentes no culto neste domingo (05).

Donald Trump lamenta tragédia

O fato abalou o país que já foi alvo de vários atentados terroristas nos últimos anos. Inclusive o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou seu perfil nas redes sociais para lamentar o ocorrido.