Ramon Sosa, um treinador de boxe de 50 anos, do Texas, nos Estado Unidos, descobriu que a própria esposa estava querendo lhe matar. Porém, com a ajuda da Polícia, ele conseguiu reunir provas de que Maria Sosa, mais conhecida como “Lulu”, contratou um assassino para acabar com sua vida. Para provar que a Mulher estava disposta a lhe matar, Ramon encenou sua morte, com sangue escorrendo do furo de bala na cabeça [VIDEO]. Na foto chocante, ele pode ser visto deitado no chão com as mãos amarradas nas costas.

Conforme relatos, a esposa de Ramon, sem saber, pediu a um amigo dele que encontrasse um assassino. Ela pagou a um pistoleiro US$ 2 mil (cerca de R$ 6,5 mil) para matar o esposo.

O que ela não sabia que o treinador já estava sabendo das suas intenções. Ramon e Lulu se conheceram no ano de 2007 e viveram uma vida feliz depois de se casar.

O casamento significava que ela poderia viver nos Estados Unidos permanentemente. Eles também abriram uma academia de ginástica juntos e os negócios foram bem-sucedidos [VIDEO] até 2015. A empresa teve alguns problemas financeiros, que afetaram a relação deles. Ramon esperava que eles solucionassem seus problemas juntos, mas Lulu pediu o divórcio.

Ainda no ano de 2015, Ramon recebeu uma ligação de Gustavo, um amigo que ele treinou, dizendo que Lulu o tinha procurado para achar um pistoleiro. Foi então que Gustavo revelou que Lulu planejava mata-lo. O amigo foi encontrar-se com Lulu, que não sabia que ele estava sendo vigiada.

A conversa de Gustavo e da mulher foi registrada e usada como prova.

Mas, a polícia teve uma ideia mais brilhante. A polícia pediu a Ramon que fingisse estar morto em uma cova rasa. Fotos em que ele aparece morto foram levadas para Lulu. [VIDEO] O pistoleiro que a mulher pagou era, na verdade, um policial disfarçado, que apresentou as fotos da encenação da execução de Ramon para ela.

Segundo o treinador, quando viu a reação da esposa em saber que ele estava vivo, deu risada. "Deitado na terra, fingindo estar morto, era aterrorizante, Quando conheci Lulu certamente não esperava que nosso relacionamento terminasse assim", disse Ramon.

Lulu se declarou culpada das acusações e foi condenada a 20 anos de prisão. Enquanto isso, Ramon riu por último. Ele continuou vivo e está em um novo relacionamento. Mas, para Ramon, o que aconteceu com ele e sua ex-esposa teve um impacto duradouro. "Nunca mais serei o mesmo homem", disse Ramon. Qual a sua opinião sobre essa história? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo.