O momento mais esperado por muitos surfista chegou! As ondas gigantes de Nazaré voltaram. Trata-se é uma vila situada em Portugal, com cerca de 15 mil habitantes e possui uma praia banhada pelo Oceano Atlântico. A grande atração do local, que tem atraído muitos atletas e turistas, são as ondas gigantes [VIDEO] que podem atingir até 30 metros de altura, o equivalente a um prédio de 10 andares.

A temporada começou com as primeiras tempestades do outono/inverno e a previsão é que aconteçam até janeiro. Os surfistas gostam destas ondas pelo desafio que é conseguir fazer manobras nelas e também por causa da disputa pelo Oscar das ondas grandes, o Big Wave Awards.

O surfista Garrett McNamara foi quem apresentou as enormes ondas de Nazaré para o mundo. A partir de então, grandes nomes do surf, como Hugo Vau, Andrew Cotton, Zac Haynes, Garrett McNamara, Marcello Luna, Justine Dupont, Mick Corbett e Sebastian Steudtner, já foram para Nazaré surfar nas ondas gigantes.

Acidentes com ondas gigantes

Infelizmente, logo no primeiro dia das ondas gigantes de Nazaré já contou com um acidente. Um surfista precisou ser socorrido após ser derrubado da prancha enquanto pegava uma das ondas.

Os atletas deste esporte radical frequentemente sofrem quedas, que em alguns casos podem ser graves, como ocorreu com Pedro Scooby, que teve a cabeça rasgada no início deste ano. O marido de Luana Piovani levou 20 pontos de sutura na cabeça devido à profundidade do corte. O perigo de surfar nestas ondas é alto, por isso, o surfista deve estar muito atento e preparado para enfrentar esse desafio.

Como se formam as ondas gigantes?

Na face Norte da praia de Nazaré há uma forte ondulação e o mar apresenta comportamentos diferentes do normal, sendo que de um lado da praia, onde fica a vila de Nazaré, as águas são calmas e do outro, as águas são muito agitadas.

Mas o que faz realmente com que ondas gigantes sejam formadas é o Canhão de Nazaré, maior desfiladeiro da Europa debaixo da superfície da água, que forma uma barreira e faz com que ondas gigantes sejam formadas na praia Norte e não na Sul. De acordo com especialistas, como essas ondas são formadas principalmente por causa das irregularidades do fundo do mar e condições climáticas, é pouco provável que elas apareçam no Brasil [VIDEO].

O estado brasileiro que possui as maiores ondas é o Rio Grande do Sul, mas elas não chegam a ser gigantes. Fortes ventos e correntes marítimas também ajudam na formação desse fenômeno.