Se você acha que já viu de tudo nessa vida, que tal mais esta situação curiosa? Você provavelmente não acredita em sereias, exceto quando lê um livro que trata destes seres míticos ou de lendas populares. Afinal, a personagem metade mulher, metade peixe faz parte do imaginário [VIDEO], principalmente daqueles que trabalham e/ou vivem no mar.

Aqui no Brasil temos a iara, uma sedutora que sai à procura de vítimas, as quais ficam absolutamente encantadas com sua beleza, mas que terminam afogadas nas profundezas das águas por causa da paixão avassaladora.

Mas, você já imaginou uma “sereia homem”? Repetindo a questão: nunca passou por sua cabeça de que a sereia adquiriria a forma masculina: metade peixe, metade homem, macho?

Esta ideia virou realidade nos últimos dias, quando homens barbudos que moram no Canadá resolveram mostrar seu charme e seus lindos ‘corpichos’ para as lentes das máquinas fotográficas.

Os habitantes da província de Labrador e Terra Nova fizeram este esforço para ajudar um programa de equoterapia; e a melhor forma de chamar a atenção é publicando as fotos destes barbudos fortões, vestidos de cauda de peixe, num calendário de finalidade filantrópica.

Cavalos e adesão

Nessa província, existe um grupo denominado “Newfoundland and Labrador Beard & Moustache Club”, que congrega homens cultuadores de barba e bigode. O líder deles, Hasan Hai, teve conhecimento de que a organização “Spirit Horse NL” passa por sérias dificuldades financeiras.

Ela é uma organização sem fins lucrativos que se dedica ao tratamento de doentes mentais e aberta para os públicos jovem e adulto. Uma das técnicas empregadas para a melhoria dos pacientes é a equoterapia, a qual consiste numa terapia que tem, como principal característica, o uso de cavalos.

Os melhores vídeos do dia

O objetivo da equoterapia é de promover o desenvolvimento psíquico, corporal, motor e social das pessoas deficientes.

Manter e cuidar dos cavalos para essa modalidade de tratamento gera gastos e a “Spirit Horse NL” não tem coberto as despesas integralmente. Hasan soube da situação problemática e decidiu reunir seu clube de barbudos, com vistas à conscientização geral da sociedade.

Cerca de 70 participantes aceitaram a empreitada e acharam a ideia básica bem convincente; além do fato de que algumas pessoas gostam de ver homens [VIDEO] fortes em situações mais frágeis, fugindo do clichê de que “grandalhões” têm que posar como durões.

Preparativos e experiência

Obviamente que os musculosos são fotografados com rabo de sereia e de barba, mas antes disso, alguns passaram por sessões de maquiagem.

As fotos do calendário apresentam os “sereios” em vários lugares como as docas, no salão de barbeiro, em cachoeiras, bebendo Cerveja no balcão do bar, colhendo abóboras na fazenda e até mandando beijinhos para os que se dispuserem a ajudar a causa.

Qual foi a parte mais difícil do trabalho? Se você respondeu que foi vestir a cauda, enganou-se. Segundo Hasan, a cada sessão, os “modelos” tinham muita dificuldade de segurar as risadas. Uns dos outros.

A experiência vem dando bons resultados com pedidos de 19 países para adquirir o inusitado calendário. Se você tem dúvida dessa matéria redigida, acesse a página do Facebook para conferir algumas postagens do calendário “MerBy´s 2018”.