Um caso está chocando a comunidade de Vasai, Bombaim, na Índia. O caso dá conta de mais um grave incidente de estupro, infelizmente muito comum no país. Porém, dessa vez, a história do crime não ficou pelos dias do estupro [VIDEO]. A menina de 14 anos ficou grávida e acabou despejando sua raiva no bebê, assim que ele nasceu. A garota está hospitalizada, recebendo tratamento, mas já se sabe que ela vai ser detida, assim que tiver alta hospitalar.

A menina indiana foi estuprada por um primo, com quem ela vivia junto com seus pais, e acabou ficando grávida como resultado desses abusos. Supostamente, a menina foi várias vezes abusada por esse primo, enquanto seus pais se encontravam no trabalho.

Os pais teriam percebido que a filha estava grávida, mas nada fizeram, para evitarem passar vergonha perante os vizinhos.

Eles teriam conhecimento dos abusos, mas não denunciaram o crime, nem apoiaram a menina durante toda a gestação. A criança acabou dando à luz sozinha, no banheiro de sua casa. Quando tinha o bebê em seus braços, ela jogou o menino para fora da janela do banheiro.

No entanto, a queda não teria sido de muito alto e a verdade é que esse bebê sobreviveu. Recém-nascido e sem qualquer proteção, o menino foi logo alcançado por pessoas que estavam passando e viram o bebê no chão. Pegaram no menino e correram com ele para o hospital, denunciando a mãe do bebê, que também precisou de cuidados hospitalares.

O menino já se encontra estabilizado, mas permanece na unidade neonatal.

Se desconhece ainda com quem o bebê vai ficar quando tiver alta hospitalar, mas poderia ser entregue para os pais da menina.

O inspetor Sanjay Hazare, da polícia de Waliv, fez o relato dos fatos, dizendo que a garota teve o bebê na noite de quinta-feira passada (27), mas que atirou logo com o bebê para a rua, possivelmente, tentando esconder as marcas do estupro. O menino foi logo encontrado, mas só na noite seguinte é que essa mãe foi levada para o hospital pela polícia.

Esse caso está levantando algumas questões, especialmente referente aos pais da menina, que parece que nunca fizeram nada. Porém, toda essa omissão deles também poderia ser considerado criminoso.

Mesmo após a filha dar à luz, eles nada fizeram e nem a menina levaram para o hospital. Agora, ela está sendo tratada pelo médico Bhakti Chaudhary, que também está cuidando do bebê.

Entretanto, a polícia confirma que já detiveram o primo pelos supostos crimes de estupro [VIDEO] contra a adolescente. Assim que a menina receber alta hospitalar, ela vai ser detida e levada para tribunal por ter atirado o bebê pela janela.