Dani Mathers, uma ex-modelo da PlayBoy, está em apuros, após ter humilhado uma idosa na internet. A bonita modelo, de 30 anos, compartilhou uma foto da mulher, de 71 anos, quando ela estava despida no vestiário de uma academia. No Snapchat, a loira compartilhou a foto [VIDEO], invadindo a privacidade da mulher, mas para agravar mais ainda o seu ato, ela fez piada do corpo mais gordo e idoso da mulher. Por isso, ela foi acusada de humilhar outra pessoa por suas caractéristicas físicas e por exposição da privacidade de outrem.

Como pena, ela foi condenada a 36 meses de cadeia suspensa, em Los Angeles, mas agora ela poderia ter que cumprir pena atrás das grades, quando um juíz diz que ela vai ser presa.

Dani foi, assim, sentenciada a 36 meses de pena de prisão suspensa e ainda a 240 horas de serviço comunitário que ela precisa cumprir. Porém, a modelo apenas completou 54 das horas até agora, menos de um quarto do objetivo que ela deve completar até o dia 17 de janeiro de 2018. Mathers regressou ao tribunal na sexta-feira, e decidiu fazer um acordo, fazendo 30 dias de remoção de graffiti em vez de ter que servir 45 dias atrás das grades.

Em causa para a sua condenação esteve a foto, e a legenda fazendo chacota da mulher: "Se eu não posso deixar de ver isso, então você também não pode", riu a modelo de 30 anos, deixando entender que ela não poderia ser a única a ter que ver a senhora, mais idosa, despida.

Assim que ela compartilhou essa foto, com essa legenda humilhante, ela foi altamente criticada e agora, ela incorre mesmo na possibilidade de ser mesmo presa, o que muitas pessoas consideram ser justo. Ela está tentando trocar sua pena de serviço comunitário, mas o juiz falou que se ela não cumprir as horas de serviço comunitário que estão faltando, até a próxima reunião, ela vai mesmo ser presa por 45 dias.

Dani Mathers estava malhando na academia, quando no final do treino, ela viu a mulher no vestiário. Ela tirou a foto e colocou no Snapchat. Como modelo famosa, que até ganhou o título de 'playmate' do ano, em 2015, da revista Playboy, o caso acabou se tornando de conhecimento público e fez manchetes por todo o mundo.

A modelo não admitiu sua culpa nesse caso, nem demonstrou arrependimento. Ela apenas falou que foi um erro, e que ela pretendia enviar a foto de forma privada para um amigo e, acidentalmente, publicou no Snapchat, tornando a imagem pública.

O crime foi naturalmente ampliado pela atenção que a foto atraiu enquanto esteve online, e a reação que isso causou quando se tornou viral nas mídias sociais.

Entretanto, Dani Mathers já perdeu vários trabalhos de modelo e de apresentadora de rádio, disseram os advogados. Ela reclamou ainda de ter sido atacada e insultada online. [VIDEO]