A ONG Rory Peck premiou os melhores profissionais da área de comunicação de ano de 2017. O evento aconteceu em Londres, na Inglaterra, e contou com a presença de jornalistas e apresentadores famosos.

O principais objetivo é homenagear jornalistas, cinegrafistas, fotógrafos e demais profissionais de comunicação que atuam em áreas de conflito de maneira independente, ou seja, sem o auxílio de empresas de comunicação.

Principais vencedores

A premiação foi dividida quatro categorias: Melhor Notícia, Melhor Trabalho de Destaque, Profissionais com Maior Impacto em Zona de Conflito e Profissional Freelancer com Maior Destaque em Zona de Guerra.

Na primeira categoria, a cinegrafista síria Waad Al Kateab venceu com seu trabalho que mostrou o trabalho dos médicos e o sofrimentos dos pacientes no Hospital Al-Quds. Waad Al Katelab capturou cenas de diárias do trabalho dos médicos. A segunda categoria foi vencida pelo cinegrafista francês Olivier Sarbil, depois de acompanhar durante seis semanas um grupo jovens soldados que combateram o grupo terrorista Estado Islâmico na cidade de Mosul, no Iraque.

Na terceira, o vencedor foi um grupo de quatro jornalistas sírios que registraram seu próprio trabalho de cobertura enquanto a cidade de Aleppo foi tomada por grupos contrários ao ditador sírio, Bashar Al Assad. Siraj, Mojahed, Basim e Ahamad revelaram a vida da população que vive em uma cidade bombardeada pelo ar e cercada por tropas inimigas do ditador sírio.

E, finalmente, a quarta categoria homenageou o fotógrafo birmanês Minzayar Oo por seu trabalho na documentação da vida política, social e econômica de Myanmar.

Sobre a ONG

A ONG Rory Peck é a única organização dedicada a apoiar, proteger e garantir o bem-estar de jornalistas freelancers e geradores de notícias ao redor do mundo. O objetivo principal é fornecer assistência e apoio tanto para os profissionais quanto para suas famílias e apoiar o trabalho de gerar notícias livremente e sem medo.

A ONG acredita que o trabalho dos profissionais independentes é fundamental e contribui muito para o jornalismo. Baseada em Londres, a ONG atua globalmente com conexões locais e internacionais.

A Rory Peck Trust foi fundada em 1995 em memória do cinegrafista freelancer Rory Peck, assassinado em Moscou, na Rússia, em 1993.

Mesmo com o trabalho de assistência da ONG notícias sobre o assassinato de jornalistas [VIDEO] em áreas de conflito são comuns. Algumas delas já foram notícias aqui na Blasting News.