3

De acordo com informações disponibilizadas pelos sites Mail Online e Caters News, uma mulher do Reino Unido [VIDEO] realizou o desejo de se casar com o amor de sua vida após ter descoberto que possui um tumor maligno inoperável que está esmagando sua coluna vertebral – o que quer dizer que ela tem apenas entre seis e 18 meses de vida restantes.

Martine Kilminister, uma esteticista de 28 anos da cidade de Bradford, localizada no norte da Inglaterra [VIDEO], ficou ciente há somente oito semanas – mesma época em que perdeu a capacidade de andar – de que é portadora de um glioblastoma espinhal (um tipo de câncer muito comum no cérebro, mas que também pode afetar a coluna) que já se encontra no estágio quatro, o grau mais agressivo desta patologia.

Segundo a mulher, que possui dois filhos com o agora marido Christopher – os meninos estão com 10 e seis anos, respectivamente –, a descoberta foi "devastadora" e deixou-a aterrorizada.

No mês de junho, quando os primeiros sintomas da doença começaram a se manifestar, a britânica sentia dores severas nas costas, mas os médicos consultados achavam que se tratava de espasmos musculares. No entanto, o tumor foi avançando, e há cerca de um mês Martine perdeu a sensação nas pernas – o que a deixou totalmente paralisada da cintura para baixo –, mas seus familiares acreditavam que aquele era apenas um caso de "nervo preso" (cujo termo técnico é neuropatia).

Infelizmente, o diagnóstico confirmando um caso gravíssimo de câncer inoperável se mostrou a dura realidade, e sabendo que morrerá em breve, a britânica decidiu transformar um grande sonho em realidade.

Os melhores vídeos do dia

Um dos melhores dias de toda a vida

Martine Kilminister acalentava a vontade de se casar com Christopher há um tempo considerável, uma vez que a dupla já se relaciona há 12 anos. Entretanto, a existência da doença fez com que o plano fosse colocado em prática o mais rápido possível.

Assim, a cerimônia toda foi planejada em apenas um mês, e a organização do evento se mostrou uma "grande distração" para a esteticista. Contudo, ela revelou que jamais havia imaginado que estaria em uma cadeira de rodas no momento da união formal com seu parceiro.

Mesmo assim, a mulher afirmou que a celebração do matrimônio se mostrou um dos dias mais incríveis da vida do casal, e teve até uma surpresa: para agradar a esposa, Christopher tirou-a da cadeira de rodas e segurou-a em seus braços, ao mesmo tempo em que a dupla dançava ao som de "I don't want to miss a thing", música da banda americana Aerosmith – o que emocionou a todos os que presenciaram a cena.

Martine disse que está pronta para realizar sessões de quimioterapia como uma forma de estender a vida pelo maior tempo possível, e espera que sua história possa inspirar outras pessoas a realizarem "o dia dos seus sonhos".

Ela também disse que planeja ter sua lua de mel em 2018, e ressaltou que não desistirá de lutar contra a doença enquanto tiver forças.