Morar em portugal tem sido uma opção bastante atrativa para muitas pessoas do mundo, e em especial muitos brasileiros têm avaliado a possibilidade de se mudar para o país europeu.

Portugal é hoje considerado uns dos países mais seguros e acolhedores do mundo, com isso o governo português tem desenvolvido projetos nos quais incentivam cada vez mais profissionais qualificados e empreendedores de diversos segmentos, como os de tecnologia, por exemplo, a se estabelecerem no país.

Startup Visa

Para quem planeja criar uma empresa inovadora na área de tecnologia, Trabalhar no exterior pode ser uma opção interessante tanto para o empreendedor como para o local que será o 'laboratório da ideia'.

Publicidade

Muitos países já se deram conta disso, anunciando formas de atrair esses novos desenvolvedores. De forma geral, o potencial aumento de serviços e produtos com o objetivo de promover a praticidade na vida dos habitantes locais, é o que mais motiva diversas iniciativas governamentais com o propósito de atrair empresas de inovação tecnológica e reconhecidas pelo termo em inglês startup.

Anunciado durante uns dos eventos mais importantes do setor de tecnologia mundial, o Startup Visa é o mais novo visto de residência para Portugal.

Representantes do governo do país esclareceram que se trata de um visto para quem é engajado com o segmento de tecnologia e deseja empreender em Portugal.

Tipos de vistos de residência em Portugal

Para que se possa tomar maior conhecimento dos requisitos para a obtenção dessa modalidade de visto, é recomendado que o interessado procure a Embaixada de Portugal mais próxima de sua residência, ou acesse o site oficial no endereço: embaixadadeportugal.org.br

Com a criação do Startup Visa que estará disponível a partir de janeiro de 2018, Portugal passa a contar com 10 categorias de vistos de residência considerados de longa duração (1 ano ou mais), saiba mais:

  • Golden Visa - Visto para investidores que pretendem aplicar recursos financeiros na economia portuguesa, é possível solicitá-lo para quem tem interesse de adquirir imóveis no país, por exemplo;
  • D1 - Conhecido como visto de trabalho. É um dos mais solicitados, sendo indicado para quem comprove o exercício de atividade profissional subordinada;

  • D2 - Visto para imigrantes empreendedores e/ou que exerçam atividade profissional independente;

  • D3 - Essa modalidade de visto de residência em Portugal é recomendado para quem realiza atividades de investigação ou altamente qualificada;
  • D4 - Indicado para quem que pretende estudar em Portugal. Esse tipo de visto é previsto para estudantes de intercâmbio, bem como para interessados por estágios e voluntariado no país;

  • D5 - Também recomendado para estudantes que comprovem aprovação nos processos seletivos de alguma Universidade em Portugal, e que por conta disso necessitem morar no país durante o período de estudos;

  • D6 - Visto para efeitos de reagrupamento familiar;

  • D7 - Sugerido para aposentados e pessoas com rendimentos que desejem investir em Portugal.