Uma professora colombiana, identificada como Yokasta M, está sendo acusada de violentar sexualmente alunos adolescentes de 16 e 17 anos. Ela está presa e poderá ser condenada até a 40 anos.

Os abusos ocorreram entre janeiro e abril deste ano, na cidade de Medellín. A professora, que é casada, selecionava os alunos que lhe atraiam pelos aspecto físico e os abordava através das redes sociais. Ela pedia os números dos celulares dos jovens, alegando que era para ajudá-los com as lições de casa. A partir daí, começava a mandar fotos e vídeos sensuais suas pelo WhatsApp e passava a fazer propostas indecorosas aos alunos.

Alguns jovens eram convidados a ir ao apartamento da professora, onde ela os coagia para que fizessem sexo com ela.

Para pressioná-los, ameaçava que eles repetiriam de ano.

A descoberta da chantagem e o escândalo

A história dos abusos cometidos pela professora Yokasta M só foi descoberta após um dos jovens, vítima de abuso sexual, contar a história a seus pais e mostrar as fotos e mensagens que recebeu da professora pelo celular.

Os pais do adolescente prestaram queixa à polícia e a professora foi presa. Após descobrir o escândalo, [VIDEO] o marido de Yokasta M pediu divórcio.

Apesar dos abusos serem praticados há vários meses ( talvez anos), o marido nunca desconfiou e agora está envolvido em uma história vergonhosa e que dificilmente será esquecida pelos que o conhecem.

Ainda não se sabe ao certo quantos jovens foram abusados pela professora, mas ela poderá ficar presa por até quatro décadas. Na escola e em toda a cidade, o caso ganhou enorme repercussão.

Com a internet, a história está rodando o mundo.

Vídeos e fotos da professora viralizam na internet

Em uma rápida busca pela internet, é possível encontrar alguns vídeos e muitas fotos da professora que foram enviados para seus alunos. Em alguns vídeos, que ainda estão no Youtube, Yokasta M dança sensualmente e fica seminua. Nas fotos, ela posa de calcinha, biquíni e em algumas deixa aparecer suas partes íntimas.

Internautas brincam com o caso

Apesar de ser algo grave e que poderá trazer problemas psicológicos aos jovens vítimas dos abusos, muitos internautas fizeram piadas sobre o caso nos comentários abaixo dos vídeos em que a professora aparece. Vários elogiaram a beleza da professora de 40 anos e disseram que “adorariam ter aulas com ela”. Outros chamaram os alunos de idiotas por terem revelado o caso.