Nem sempre um encontro termina com os dois parceiros satisfeitos, mas isso não é motivo para atentar contra a vida de alguém, concorda? Mas o que dizer de uma mulher que ficou decepcionada com o desempenho do parceiro na cama e que, por isso, resolveu atacá-lo de maneira sórdida e cruel? Pois bem, uma jovem resolveu liquidar com homem que estava com ela depois que ele não a deixou satisfeita.

De acordo com o portal de notícias online do jornal 'O Globo', uma mulher identificada como Marissa, que trabalha como Garota de programa na cidade de North Everett, localizada no estado de Washington, nos Estados Unidos, resolveu se vingar de seu cliente, pois, segundo a jovem, ele é um fracasso quando se trata de sexo oral.

Publicidade

Parece uma pegadinha mas não é, este caso ganhou as principais manchetes daquele país e a notícia rapidamente se espalhou pelo mundo através da internet, sendo compartilhada milhares de vezes nas redes sociais.

Garota de programa exigente

O cliente, um homem de 36 anos, foi duramente punido pela prostituta por não ter feiro sexo oral do jeito que ela gosta, por causa do seu mal desempenho durante o ato sexual ele foi alvejado com dois tiros na cabeça. O homem foi encontrado com vida em sua casa, três dias depois do encontro com Marissa e levado para um hospital da região em estado gravíssimo.

Ao passar pelos exames na instituição de saúde, a equipe médica identificou as duas balas dentro de seu crânio, estas informações foram repassadas pela emissora de TV local KIRO 7.

Prisão

Marissa foi presa e confessou o crime, diante do juiz no tribunal ela revelou que ficou constrangida com a péssima maneira que seu cliente atuou durante o ato sexual, sem saber como explicar para o homem que ele não a satisfez, resolveu se livrar dele de uma vez por todas e simplesmente sacou a arma que levava consigo e deu dois tiros na cabeça dele.

Publicidade

Achando que tinha liquidado de vez com seu cliente, a prostituta pegou o cartão de crédito dele e gastou aproximadamente US$ 10 mil em compras, assim ficou fácil rastrear a jovem. Ela foi detida na última terça-feira (7). Sua fiança foi estipulada em US$ 1 milhão. Provavelmente ela vai continuar presa aguardando julgamento.

Clientes

Outra dificuldade que Marissa certamente vai encontrar daqui para frente é de conseguir novos clientes. Quem vai se atrever a ter um encontro com ela, imagina se a jovem fica insatisfeita durante o 'rala e rola'? Brincadeiras à parte, fica o alerta sobre este tipo de encontro, pois todo cuidado é pouco.