No decorrer dos anos, casos de pessoas mortas em decorrência do fogo iniciado misteriosamente em seus corpos chamam atenção de cientistas de todo planeta. Embora não haja consenso sobre a veracidade da combustão espontânea, situações desse tipo continuam a ser contabilizadas.

O mais recente episódio, reportado pela revista britânica Independent, em 15 de dezembro, aconteceu enquanto o aposentado John Nolan, 70 anos, caminhava tranquilamente em uma rua de Londres (Inglaterra).

Publicidade
Publicidade

Conforme as testemunhas, o idoso explodiu em chamas em circunstâncias misteriosas. Apesar de noticiado ao público somente este mês, a tragédia foi registrada em setembro. Confira a manchete.

Ao notarem o aposentado consumido pelas chamas, pessoas tentaram apagar o fogo.

Publicidade

Contudo, o idoso continuava queimando vivo. Somente pouco tempo depois, com a chegada dos bombeiros, o episódio foi controlado. Porém, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Arquivo-X

Conforme a jornalista Lizzie Dearden, responsável pela apuração das informações, autoridades estão confusas quanto ao misterioso fogo que consumiu o aposentado John Nolan.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Embora tenham procurado evidências para justificar a origem das chamas, não encontraram materiais que pudessem acarretar combustão entre os pertences do idoso, natural da Irlanda.

“A brigada de incêndios de Londres investigou a causa do fogo, mas não encontrou nenhuma evidência de um acelerador que teria espalhado as chamas”, destaca Lizzie.

Após meses de investigação a polícia decidiu ‘jogar a toalha’. Recentemente declarou o caso como inexplicado - os famosos Arquivos-X das autoridades, que se tratam de ocorrências estranhas, impossíveis de serem decifradas pelas técnicas convencionais.

Segundo o investigador Damien Ait-Amer, as chamas surgiram de repente no corpo de Nolan, na frente de diversos indivíduos numa via pública da capital inglesa. Entretanto, os depoentes não souberam dizer como o incidente aconteceu. “Falamos com várias testemunhas que viram o Sr. Nolan em chamas, mas ainda temos que estabelecer como o incêndio começou”, comenta o policial.

Ainda que as autoridades estejam receosas em falar sobre combustão espontânea, essa é a causa mais provável para a tragédia constatada com o idoso.

Publicidade

Mesmo que a ciência ortodoxa continue a fechar os olhos para situações que ela não consegue explicar, o mundo continua a girar e as bizarrices a acontecer.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo