Está sendo veiculado em diversos jornais, tanto nacionais quanto internacionais, que o ex-meia do Atlético-MG, Jonathan Fabbro, é acusado de abuso à sua afilhada de 11 anos.

Atualmente o jogador defende o Lobos BUAP, da primeira divisão do México e teve uma ordem de prisão emitida pela Justiça argentina. A ordem é de caráter nacional e internacional, o que significa que Jonathan está sendo procurado pela Interpol.

Fabbro tem um relacionamento com a modelo Larissa Riquelme e está sendo investigado desde abril deste ano.

Publicidade

Se condenado, o craque pode pegar até 20 anos de cadeia porque é acusado de obrigar a garota de 11 anos a fazer sexo oral e a enviar fotos comprometedoras a mesma. Quem o acusa é o juiz Santiago Quian Zavalia que afirma que os Abusos vêm ocorrendo desde 2012.

O prestigiado jornal argentino 'Clarín' entrevistou o advogado da vítima, Gastón Marano, que tem tudo registrado em áudios pelo irmão da vítima, que flagrou uma das conversas entre os dois.

O chefe da Interpol no Paraguai, Luis Arias afirmou o seguinte: "Fabbro é um cidadão procurado em 192 países após a notificação de captura com fins de extradição ao território argentino".

Provas

Além do registro do irmão da vítima (cujo nome é mantido em sigilo), há também contra Jonathan mensagens trocadas no WhatsApp, relatos da vítima e as perícias psicológicas. Todas as provas apontam para a certeza do crime, de acordo com o juiz Zavalia, supra citado.

O jogador

Jonathan Fabbro, tem 35 anos de idade, nasceu na Argentina, mas foi naturalizado paraguaio e teve sua carreira iniciada no Mallorca, da Espanha, e é considerado por muitos o melhor e mais completo jogador paraguaio.

Publicidade

É conhecidíssimo pelos seus lances de chute forte e livres de efeito, bem como por sua velocidade.

Ele já jogou por 7 países diferentes: Argentina, Colômbia, Espanha, Brasil, México, Chile e Paraguai e teve sua carreira iniciada em 1999, jogando para o Argentinos Juniors clube da Argentina.

Ele chegou ao Atlético em 2006 após passagens por Mallorca e Real Murcia, da Espanha, Boca Juniors-ARG, Once Caldas-COL e Dorados, do México. No Galo, ele disputou apenas quatro jogos e não marcou nenhum gol.

Apoio da namorada

Larissa Riquelmi saiu em defesa do namorado em todas as entrevistas que concedeu. Numa delas, para a rádio Rock and Pop, a modelo afirmou: "Pode ser o homem mais mentiroso do mundo, por seu histórico com milhares de mulheres, mas de jeito nenhum poderia machucar uma inocente. Ele ficou muito mal com tudo isso".

Vamos aguardar mais detalhes sobre o caso, que certamente terá a cobertura da Blasting News.