É véspera de natal, um dia em que os shoppings do mundo inteiro estão cheios de pessoas fazendo compras de última hora. Sempre tem quem deixa para passar aquele sufoco atrás de presentes e lembrancinhas. Lojas cheias, entra e sai de pessoas, praça de alimentação lotada e de repente um incêndio de grandes proporções atinge o local, é o cenário perfeito para uma grande tragédia.

Infelizmente um grande incêndio causou a morte de dezenas de pessoas em um shopping. De acordo com o portal de notícias online [VIDEO] 'G1', o centro comercial que fica no sul das Filipinas foi destruído pelo fogo neste domingo (24). Segundo a agência Reuters, o shopping fica na cidade de Davao que fica localizada a aproximadamente 1.513 km de Manila, capital das Filipinas.

Mortos

As primeiras informações dadas pelo governo local até agora já foram confirmadas 37 mortes, a maioria das vítimas eram funcionárias de um call center que funcionava dentro do estabelecimento. Seis pessoas foram resgatadas com vida e levadas para um hospital próximo da região.

Incêndio

O incêndio teria começado em uma loja de móveis no terceiro piso do shopping e rapidamente se alastrou para o piso superior, o que dificultou a fuga das vítimas [VIDEO], informou uma porta-voz do governo da cidade, Ma. Teresita Gaspan.

Sara Duterte prefeita da cidade e o vice-prefeito Paolo Duterte estiveram no local e encontraram pessoas desesperadas à procura de informações sobre parentes e amigos que trabalham no shopping.

Tragédia nas Filipinas

As Filipinas vêm sofrendo com uma sequência de tragédias provocadas por fenômenos naturais.

Uma tempestade tropical conhecida como Tembin atingiu o sul do país nesta sexta-feira (22) causando uma enorme devastação em várias localidades. O governo filipino informou que até o momento estão confirmadas 133 mortes e há dezenas de desaparecidos.

A maioria das vítimas estava nas províncias de Lanao del Norte e Lanao del Sur e na península de Zamboanga, as chuvas torrenciais ainda assolam a região. Milhares de pessoas estão desabrigadas, outras centenas presas em portos marítimos e aeroportos.

Segundo a Associated Press, trabalhadores de emergência foram convocados para ajudar as vítimas, policiais, voluntários e soldados estão trabalhando nas áreas mais atingidas em busca de sobreviventes.

Todos os anos, durante a temporada de chuvas nas Filipinas, o país é atingido por cerca de 20 tufões, causando muitos estragos e deixando feridos, mortos e desabrigados.