Diferente do que muitas pessoas pensam, as agressões contra as mulheres são bem reais e acontecem todos os dias. Os números são assustadores. Só no Brasil, cerca de 503 mulheres são agredidas [VIDEO] a cada hora, o que nos faz chegar a um número aproximado de 12 mil mulheres por dia. Se esses números considerarem um período de trinta dias, teremos 360 mil mulheres agredidas por mês.

Os números ficam mais assustadores quando levam em consideração as agressões anuais. Seguindo a mesma linha de raciocínio descobriremos que aproximadamente 4,32 milhões de mulheres sofrem violência todos os anos. Os motivos das agressões, muitas vezes, são banais.

Como o que aconteceu como uma uruguaia.

As redes sociais amanheceram ‘agitadas’ por causa de mais um grave crime de agressão contra a mulher. Adolfina Camelli Ortigoza tem apenas 21 anos e já viveu o que se pode chamar de um dos maiores pesadelos de sua vida. A jovem foi mantida em cativeiro e brutalmente agredida por seu próprio companheiro.

Segundo informações do jornal Daily Mail, os policiais conseguiram resgatar a jovem e quando a encontraram viram que o rosto dela estava totalmente desfigurado. O motivo das agressões chocou os policiais [VIDEO] e os internautas. Segundo a vítima, toda vez que ela recebia um elogio em uma de suas fotos nas redes sociais, o seu companheiro surtava e lhe dava uma surra.

Segundo as informações, às vezes, os surtos violentos aconteciam até mesmo quando alguém reagia a suas publicações.

Seja com comentários ou curtidas, qualquer motivo já era o suficiente para que Adolfina fosse agredida pelo companheiro.

O responsável pela covardia foi identificado como Pedro Heriberto Galeano. O rapaz é 11 anos mais velho que Camelli Ortigoza.

Segundo o advogado de Ortigoza, Pedro agredia a jovem com pontapés e socos, toda vez que ela recebia um elogio. O responsável pelo crime covarde foi preso e, segundo a mesma publicação do Daily Mail, ele poderá ser condenado até 30 anos de prisão.

Reconstrução Facial

A violência que Adolfina sofria era tão grande que ela precisou passar por algumas cirurgias nos lábios e no septo nasal. As cirurgias foram necessárias para que uma reconstrução facial fosse feita.

Embora a violência se mostrasse com muita evidência na face da mulher, é importante ressaltar que ela tinha vários ferimentos pelo corpo, tudo em decorrência da brutalidade com a qual ela era tratada pelo companheiro.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo.