O ano passou muito rápido, entretanto, muitos acontecimentos foram marcantes este ano. A retrospectiva está recheada de assuntos que impactaram jornais, revistas, redes sociais e outros meios de comunicação pelo mundo. Relembre alguns dos mais famosos.

Janeiro

Depois da posse de Donald Trump em 20 de janeiro, o governo de Israel determinou a construção de novas moradias para a população

Fevereiro

Um dos grupos mais longevos da América, as FARC anunciaram o seu fim entregando desde já suas armas para as Organizações das Nações Unidas, porém, como muitos podem deduzir novas facções criminosas já vieram substituir para ocupar o antigo território, continuando com o controle das plantações de coca.

A imigração era um dos grandes lemas que Donald Trump afirmou que iria controlar este pequeno caos que estava se alastrando para os grandes países europeus, asiáticos e americanos.

O decreto proibia 7 países com maioria muçulmana. Recentemente Trump negou a ampliação de mais 4 países, dando no total de 11 países que não poderiam entrar nos Estados Unidos.

Março

A Coréia do Sul e o mundo viram a ex-presidente sul-coreana, Park Geun –Hye ser desligada do cargo. Acusada em 18 processos relacionados a algumas instituições e a multinacional Samsung.

Park Geun-hye foi a primeira mulher a assumir a presidência da Coréia do Sul, porém, a primeira a ser sentenciada.

Abril

Diante da ameaça de sua vizinha, Coréia do Norte, os estudantes sul-coreanos estavam aprendendo a usar máscaras de gás para a prevenção de ataques futuros que poderiam ocorrer. Sobre tais perigos, a Coréia do Sul colocou um sistema antimísseis para eliminar armamentos em voo.

Maio

Em um show de Ariana Grande, houve um ataque terrorista onde deixou 22 pessoas mortas e várias pessoas feridas na cidade de Manchester, o Estado Islâmico reivindicou sua autoria. A primeira ministra Theresa May aumentou o nível de ameaça terrorista para “grave”.

Junho

Novamente o Estado Islâmico atua fortemente em outros países, só que dessa vez ocorreu no Irã, deixando desde então 17 mortos e 50 feridos. Em retaliação do ataque, o Irã lançou uma quantidade significativa de mísseis contra o EI.

Julho

A economia do Brasil nesse período não estava próspera nem tampouco davam sinais de recuperação significativas. A demissão de voluntários em massa era a forma para que empresas se recuperassem minimamente da crise.

O ex-presidente Lula foi condenado a quase nove anos de prisão.

Agosto

Problemas como o racismo era a causa da marcha União Direita atrair muitas pessoas contra a ordem de retirada do general Robert E.Lee que lutou bravamente na Guerra Civil.

Setembro

O furacão Maria devastou casas, plantações causando um prejuízo no setor agrícola de cerca de 2bilhões de dólares. Maria também destruiu outras cidades como Dominica, Guadalupe, Turcos Caicos e Ilhas Virgens.

No dia 19 de setembro ocorreu um terremoto na cidade do México, deixando 369 mortas.

O México possui uma das mais rígidas linguagens de edificação, porém, a falta de fiscalização torna-se expostas contra ações da natureza como os terremotos em questão.

Outubro

Outro grande acontecimento que abalou o mundo. O atirador matou na ocasião 58 pessoas e ferindo centenas, na cidade de Las Vegas em um festival de música country sendo considerado o maior massacre ocorrido naquele local. Os policiais encontraram 23 armas além de um martelo em que foi utilizado para quebrar as vidraças.

Novembro

Robert Mugabe, ditador do Zimbábue, foi obrigado a deixar o cargo. Emmerson Mnangagagwa assumiu o país em meio a desconfianças e revoltas populares que estavam ocorrendo. Pesquisadores acreditam que Emmerson possui o mesmo caráter político que seu antecessor, Robert, deixando a ferida que mais assola o país a progredir no quesito corrupção.

Dezembro

Protestos constantes ocorreram após o resultado das eleições de Honduras diante da disputa presidencial de Juan Orlando Hernandéz e Salvador Nasralla;12 civis na ocasião foram feridos durante os choques ríspidos na capital Tegucigalpa.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo