Ao que parece, existem pessoas que realmente fazem de tudo para conseguir os seus "15 minutos de fama" (a expressão foi criada pelo pintor e cineasta americano Andy Warhol), mas às vezes essa busca por notoriedade [VIDEO] instantânea leva alguns indivíduos a tentarem coisas nada inteligentes. De acordo com a rede BBC e o site Birmingham Mail, este é exatamente o caso de um Youtuber do Reino Unido [VIDEO], que acabou ficando com a sua cabeça "cimentada" dentro de um forno de micro-ondas.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Curiosidades

O incidente aconteceu na cidade de Wolverhampton, situada no condado de West Midlands, Inglaterra, e envolveu um jovem de 22 anos de idade (ele não teve a sua identidade revelada) que teve a "brilhante" ideia de fazer um molde de seu próprio crânio na garagem de casa.

Para tanto, o rapaz e um grupo de amigos usaram sete sacos de um composto conhecido comercialmente como Polyfilla – uma espécie de massa corrida comumente usada para fazer reparos em alvenaria, sendo aplicada, por exemplo, no preenchimento de rachaduras encontradas em paredes –, e como "fôrma" utilizaram o micro-ondas, já que o aparelho tinha o tamanho certo para conter a cabeça do "brincalhão".

Plano deu desastrosamente errado

Munidos de todos os materiais necessários, os rapazes deram início à produção do tal "molde": o Youtuber protegeu a cabeça com um saco plástico, colocou-a dentro do micro-ondas e os seus amigos iniciaram o processo de preencher o interior do eletrodoméstico com a mistura de massa corrida.

Foi aí que começou a dar tudo errado, pois o composto endureceu muito rapidamente.

Além disso, o material se ajustou perfeitamente ao espaço sobressalente dentro do forno, e o resultado da inepta brincadeira é que o jovem ficou com o crânio totalmente preso.

Por longos 90 minutos, o grupo tentou libertar o amigo, impedindo-o de sufocar até a morte ao lhe fornecer ar através de um tubo que ia até a sua boca. Como os esforços estavam sendo infrutíferos, os rapazes não tiveram outra escolha a não ser chamar uma ambulância.

Operação "Liberta Cabeça"

Ao chegarem à garagem da residência onde o fato ocorreu, os paramédicos se viram impedidos de realizar o salvamento, e acionaram os homens do corpo de bombeiros local – que por sua vez, também tiveram que pedir ajuda a uma divisão especial da sua corporação chamada Technical Rescue ("Resgate Técnico" em português) para obter conselhos do que poderia ser feito.

Assim, os cinco bombeiros presentes no local se puseram em ação, e usaram uma chave de fenda para retirar pedaços de Polyfilla que estavam próximos da cabeça do Youtuber. Depois de uma hora inteira trabalhando, eles finalmente conseguiram soltar a cabeça do rapaz.

Shaun Dakin, comandante do batalhão que respondeu ao incidente, afirmou: "Por mais engraçado que isso pareça, esse jovem poderia facilmente sufocar ou ter sido gravemente ferido".

O bombeiro revelou que o micro-ondas não foi ligado enquanto era usado como molde, e que libertar o "brincalhão" não foi nada fácil, uma vez que o eletrodoméstico possuía muitas partes bem soldadas. Além disso, o homem ressaltou que os seus colegas precisaram ser muito cuidadosos para não ferir o Youtuber.

Dakin disse ainda que o grupo de jovens ficou bastante arrependido de seus atos, e ele enfatizou que a ocorrência poderia até ter impedido o corpo de bombeiros de ajudar alguém que precisasse de resgate genuíno naquele exato momento em que os socorristas resolviam o problema da brincadeira que deu errado.