Juan Luis Lagunas Rosales, de 17 anos, nasceu no estado mexicano de Sinaloa. Juan cresceu sem nunca ter conhecido seu pai. Sua mãe o deixou com sua avó quando criança. Conforme relatos, o jovem deixou sua cidade natal aos 15 anos sem terminar o ensino médio, mudando-se para o município vizinho de Culiacán e lavando carros para ganhar a vida. Foi nesta cidade adotada que assumiu o apelido que mais tarde se tornaria conhecido no ciberespaço: "El Pirata de Culiacán" ou "O Pirata de Culiacán".

Ele começou a receber convites para mais e mais festas, e logo caiu em uma vida de farras incessantes de muita bebida. Ele publicaria vídeos em mídias sociais ostentando cervejas importadas e garrafas de whisky, às vezes ficando tão bêbado que falava o que não devia.

Os vídeos logo começaram a ser virais [VIDEO]. Nos anos que se seguiram, o adolescente atrapalhado tornou-se uma sensação do YouTube. Aos 17 anos, ele acumulou mais de um milhão de seguidores no Facebook e somou cerca de 300 mil no Instagram. Sua fama em redes sociais começou a lhe render dinheiro em vídeos musicais e em eventos promocionais.

A fama repentina fez com que o jovem publicasse várias fotos no Instagram empunhando armas, mulheres seminuas nos braços e dirigindo carros de luxo. De acordo com a imprensa local, a idade de beber no México é 18, mas "El Pirata de Culiacán" bebeu como se não houvessem limites como muitos meninos adolescentes. Segundo o youtuber, ele mesmo se autointitulava como invencível, e conseguia tudo o que ele quisesse. Mas em Sinaloa, um dos estados mais violentos do México, ninguém é invencível, especialmente quando você mexe com pessoas erradas.

Em um recente vídeo postado online, o jovem, aparentemente bêbado, gravou um vídeo insultando Nemesio Ocegera Cervantes, também conhecido como "El Mencho". [VIDEO]

Cervantes é um dos líderes da quadrilha de tráfico de drogas mais perigosas do México, sendo o líder do Cartel chamado 'Nova Geração de Jalisco'. Na segunda-feira (18), à noite, enquanto o Pirata e seus amigos estavam em um bar, em Jalisco, um grupo de indivíduos armados invadiram e mataram Juan. O adolescente levou mais de 15 tiros a queima-roupa [VIDEO]. As autoridades conseguiram identificar o jovem devido às tatuagens espalhadas pelo corpo. De acordo com a Polícia, um funcionário de 25 anos do bar também foi morto a tiros durante o incidente.

As autoridades locais suspeitam que a vítima foi morta logo após postar um vídeo ofendendo o mafioso El Mencho. De acordo com o site Reuters, nos primeiros 10 meses deste ano mais 20 mil assassinatos foram registrados em todo o país, uma média de 69 assassinatos por dia. Em entrevistas recentes, o jovem disse que pensava em seguir carreira de cantor, e teria, inclusive, assinado um contrato com uma gravadora.