Um jovem de 16 anos cometeu um massacre em família durante a festa de Réveillon. A tragédia chocou até mesmo os policiais que atenderam a ocorrência. Infelizmente, uma família foi destruída em uma data muito especial e que ficará marcada para sempre na história dos familiares sobreviventes.

De acordo com o portal de notícias [VIDEO]IG, o caso aconteceu na cidade de Long Branch, no estado de Nova Jersey, localizado nos Estados Unidos. O jovem identificado como Scott Kologi, de 16 anos, foi o responsável pela morte de sua mãe, Linda Kologi, a irmã Brittany, de 18 anos, e a namorada do avô, Mary Schultz, de 70 anos, durante a comemoração da virada do ano.

Polícia

A polícia foi acionada e, ao chegar no local, se deparou com o adolescente armado, que foi preso. O tiroteio aconteceu por volta das 23h43 de domingo (31), quando faltavam apenas 17 minutos para a chegada de 2018. Segundo as primeiras informações da polícia, o irmão Steven Jr. e o avô Adrian também estavam na residência, mas conseguiram escapar do ataque de Scott.

Um vizinho da família, identificado como Sergio Diaz, de 41 anos, afirmou que ouviu os tiros na casa dos Kologi, minutos antes da virada do ano. O adolescente vai responder por porte ilegal de armas e homicídio.

Família unida

Um familiar próximo de Scott Kologi informou ao jornal ‘’Mirror’’ que o jovem é autista, sempre teve dificuldades de aprendizado e que nunca frequentou a escola. Ele foi alfabetizado em casa pelos pais.

Ainda de acordo com esta fonte, ninguém sabia que a família possuía uma arma e que todos estão em choque com o ocorrido.

Walter Montelione, primo de Linda Kologi, relatou que a família sempre foi muito unida. Os irmãos e os pais sempre eram vistos juntos, de maneira bastante carinhosa. Todos que conviviam com a família afirmam que Scott sempre foi um bom menino, sempre soube o que era certo ou errado e que a atitude do adolescente pegou a todos de surpresa, pois ele sempre foi um jovem muito calmo.

Ainda não foi divulgado pela imprensa local o qual a posição da Justiça em relação ao adolescente Scott. Por causa do feriado de Réveillon, as investigações devem ter continuidade [VIDEO] a partir desta terça-feira (2). Não há informações sobre o velório e sepultamento das vítimas.

Autismo

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V), o autismo, assim como a síndrome de Asperger, foi incorporado a um novo termo médico e englobador chamado de transtorno do espectro do autismo (TEA). O distúrbio é definido pela presença de “déficits persistentes na comunicação social e na interação social em múltiplos contextos, atualmente ou por história prévia.”