Um homem de 60 anos foi assassinado na sua própria casa, após um vizinho bêbado a ter invadido. Supostamente, o assassino teria confundido [VIDEO]a casa e tinha tomado o vizinho por um ladrão. Ou seja, ele pensou que estava na sua casa e que o vizinho, o tal homem de 60 anos, era um ladrão que estava invadindo sua propriedade. O homem teria reagido em defesa, estrangulando o homem, que acabou morrendo. Isso é que o agressor está contando, mas muitas pessoas estão duvidando e dizem que isso é mentira. "Ele matou de propósito", dizem nos comentários. Perceba as razões.

Como tudo aconteceu:

Clifton King morreu depois de ser atacado pelo vizinho Michael Augustine, de 43 anos, em sua casa, em Raytown, no Missouri, no dia 19 de janeiro.

A Polícia foi alertada sobre a situação quando Augustine os chamou, denunciando um intruso em sua própria casa. Ele deu o seu endereço para eles e disse que tinha o intruso "preso" em seu quintal, onde ele o manteria até que os oficiais chegassem.

A polícia, no entanto, chegou a sua casa e a encontrou vazia e ninguém no quintal. Depois de revisarem toda a área, eles encontraram os dois homens no pátio da casa da frente, onde Augustine parecia detê-lo em um estrangulamento. O homem, de 60 anos, ainda foi levado para o hospital, onde acabou sendo declarado morto. De acordo com as declarações dos policiais, Augustine cheirava a álcool e não tinha um discurso coerente.

Em uma das fotos tiradas na delegacia, o agressor estava sorrindo. Entretanto, ele foi acusado de homicídio involuntário de primeiro grau.

Não está claro o que ele faz para viver e os vizinhos também revelaram não saber muito sobre ele.

Moradores estão chocados com a morte do "bom vizinho"

Os vizinhos ficaram chocados com o incidente e descreveram Clifton, que morreu, como um "bom vizinho" e que era um veterano do exército. "Ele serviu nosso país e essa não era uma maneira de tratá-lo. Eu acho que é triste. É triste. Alguém teve que perder sua vida [VIDEO] porque alguém estava tão alcoolizado que nem sabia onde era a sua casa", disse uma mulher, que se recusou a ser nomeada, mas foram muitas as pessoas que o homenagearam nas redes sociais.

A família está, naturalmente, muito triste e chocada com essa morte. King morava sozinho, depois de se separar recentemente de sua esposa de 30 anos. Carla, uma cunhada, descreveu King como "sossegado e reservado", mas um homem muito bom, o que parece ser uma definição comum em quase todas as pessoas.

Ela revelou ainda que eles estão tentando não se sentirem tão emocionais, mas que sua foto sorrindo, na delegacia, é uma lembrança cruel depois da perda que eles sofreram.

"Não vemos remorso, é como se ele não se importasse com a vida daquele homem inocente. Estamos tentando deixar o sistema de Justiça funcionar, mas é muito difícil. É muito difícil olhar essa imagem. É como se ele estivesse rindo da nossa cara", disse Carla.

Na Internet, as pessoas estão comentando muito esse caso e muitos não acreditam que isso tenha sido um acidente. Alguns falam em racismo, pelo fato da vítima ser negra, e outros falam que esse homem é louco. "Basta olhar o rosto dele sorrindo", escreveram alguns internautas, que deixam muitas críticas à Justiça, por estarem acusando esse homem, por negligência.