Uma grande tristeza tomou conta da cidade de Zaporizhia, na Ucrânia. Um homem de 39 anos decidiu tirar a própria vida e se jogou do oitavo andar de um prédio. O fato aconteceu na noite do dia 31 de dezembro. Infelizmente, uma fatalidade acabou tirando também a vida de um criança de apenas um ano de idade. O bebê [VIDEO] estava saindo de uma festa de comemoração do ano novo na casa de seus avós, juntamente com seus pais.

O homem identificado como Yevgeny acabou caindo em cima do menininho. O impacto foi tão forte, que nem a criança e nem o homem sobreviveram. O paramédico Vitaly Reznikov afirmou que foram feitos todos os socorros para que a criança não morresse, mas ela não resistiu e acabou falecendo dentro da ambulância.

Dor

As autoridades estão investigando o caso para saber qual o motivo do suicídio do rapaz. Por uma questão de segundos, uma família toda passou da alegria das comemorações de fim de ano para o luto [VIDEO].

A criança tinha um ano e nove meses e o pai confirmou que ela foi atingida pelo suicida. Ele caiu diretamente em cima dela, não houve tempo de fazer nada.

De acordo com as informações da polícia ucraniana, o rapaz queria sim tirar sua própria vida, mas que não passava por ele a intenção de acertar a criança. A mãe do bebê, Anna Polischuk, não chegou a presenciar a tragédia, pois estava terminando de cumprimentar seus pais. Ao sair do prédio, ela se deparou com a grande dor de ver seu filho já sem vida.

Estrondo forte

Um morador da região, Sergio Borisov, comentou em uma entrevista que viu o momento da ambulância chegar.

Segundo ele, alguns minutos antes, se ouviu um estrondo forte, ele se assustou e foi ver o que era. A primeira cena triste que ele se deparou foi ver a mãe correndo em direção ao filho que estava recebendo o socorro dos médicos. Sérgio falou que a criança ficou toda amassada.

O morador decidiu fechar as janelas de sua casa pois não estava suportando os gritos de desespero da família. Ele ficou abalado e não conseguia ouvir o sofrimento daqueles pais que perderam o filho.

Uma outra vizinha também comentou que chegou a ouvir um dos policiais pedindo orações urgentes para acontecer um milagre com a criança. A mulher disse que se surpreendeu com tantas pessoas rezando ao mesmo tempo.

O suicida, conforme relatos dos vizinhos, trabalhava em construção civil e conhecia a família da criança. Ninguém sabe ainda o motivo do homem ter decidido tirar a própria vida. Tudo está sendo investigado.