O comércio virtual ou como é mais conhecido o e-commerce se estabeleceu nos últimos anos em todo o mundo. Hoje é possível comprar um item de seu desejo em uma loja na Europa, Estados Unidos, China, Brasil ou em qualquer outra parte do planeta. Nada melhor do que escolher um produto no conforto de sua casa e com um clique efetuar uma compra, depois basta aguardar a entrega. Parece até um passe de mágica devido à grande facilidade em adquirir vários tipos de objetos e até mesmo alimentos fez do comercio eletrônico um enorme sucesso, com milhões e milhões de adeptos em todo o mundo.

Avaliação negativa provoca espancamento

De acordo com o portal de notícias online [VIDEO] 'Último Segundo', uma jovem foi espancada por ter feito uma avaliação negativa de uma loja online, ela reclamou do prazo de entrega que não foi cumprido conforme o prometido e acabou provocando a ira do proprietário do e-commerce que foi capaz de viajar aproximadamente 800 km para agredi-la.

O caso de violência absurda aconteceu na China, na cidade de Zhengzhou, o homem identificado como Zhang é o proprietário da loja online Taobao no portal Alibaba e a cliente agredida é Xiao Die, ela efetuou uma compra no valor aproximado de R$140 reais, o pedido foi feito no dia 20 de dezembro do ano passado, cinco dias antes do natal uma época na qual as vendas através da internet aumentam consideravelmente.

Após três dias de espera a jovem fez uma reclamação na plataforma do e-commerce, reclamando sobre a demora da entrega. Em nota o porta-voz da Taobao afirmou durante as festas natalinas as entregas geralmente sofrem algum tipo de atraso.

Ameaças

Depois de efetuar a reclamação na plataforma ela começou a ser perseguida por Zhang, [VIDEO] segundo a mulher ela começou a receber ligações anônimas com ameaças.

Estas ligações foram originadas da região Leste da China, ela começou a receber ameaças através de mensagens em uma delas Zhang afirmou que a mulher seria "destruída".

Agressão

Câmeras de segurança instaladas na rua onde as agressões aconteceram flagraram o momento em que a mulher foi duramente espancada. O homem enfurecido a atacou de maneira covarde e deu vários socos e pontapés na jovem compradora, segundo a vítima ele disse que não se importou em viajar durante um dia e uma noite somente para encontrá-la e que ia lhe dar uma lição, já que ela o fez perder 12 pontos na classificação do e-commerce.

Prisão

A polícia de Erlijiang de Zhengzhou identificou o agressor após analisar as imagens das câmeras de segurança, ele foi preso no último dia 6 de janeiro e deve ficar detido por apenas 10 dias. O site do e-commerce Alibaba optou por desvincular a loja da plataforma.