Internautas estão perplexos com o vídeo de um homem que parece ser imune as altas temperaturas. A gravação, inicialmente exibida em 27 de dezembro no popular fórum de discussão Reddit, mostra o sujeito precipitando a mão em direção a um fluxo de metal derretido.

Ele encosta no líquido sem sofrer ferimentos aparentes. Embora pareça humanamente impossível, existe um truque científico [VIDEO] que possibilita a façanha. O efeito Leidenfrost, descoberto pelo cientista alemão Johann Gottlob Leidenfrost, no século 18.

Este efeito cria uma proteção natural extremamente potente, durante alguns segundos. Ele impede que um líquido quente afete o corpo quando entra em contato com uma superfície mais fresca pela primeira vez.

Para isso acontecer, o protagonista da cena certamente deve ter molhado a luva. Note que antes dele iniciar a bizarra [VIDEO] apresentação, ele tira a mão de dentro dela.

Ao encostar a mão molhada no ferro derretido, a interação entre ambos faz com que a água evapore rapidamente de sua pele. Em decorrência do surgimento de uma nuvem de vapor de água poderosa e transitória, que cria uma espécie de escudo. Em suma, esse é o efeito Leidenfrost. Veja o vídeo:

Usuários comentam o episódio. Alguns já conheciam o artifício. “Bem, isso é semelhante ao que acontece quando você coloca um recipiente de plástico em um fogão e não derrete”, observa Ramón Telleria.

“Não posso esperar para tentar isso”, brinca Mark Adams. “Eu acho que você precisa colocar suas mãos na água antes de fazer isso, assim como eles fizeram em Mythbusters”, fala baguazhang2, ao se referir ao programa Caçadores de Mitos, apresentado por dois cientistas e exibido no canal Discovery Channel.

Confira os comentários na íntegra:

Ainda que o mistério do vídeo tenha se tornado viral, com mais de 143 mil visualizações, e tenha sido solucionado, o truque é perigoso, pois a proteção dura poucos segundos. Se o líquido de metal derretido afetasse a mão dele, por exemplo, provavelmente ele levaria meses para usá-la novamente. Portanto, não faça isso em casa.

Na era da internet, as pessoas fazem qualquer coisa por alguns segundos de fama. Nem que para isso tenham que colocar a própria vida em risco. Afinal, para esses indivíduos poucos minutos de glória valem mais que uma vida no anonimato do repetitivo cotidiano.

E você caro leitor, é capaz de arriscar a própria saúde para ganhar curtidas e visualizações?