Aconteceu na Argentina, na cidade de Bahia Blanca e foi reportado por vários jornais, inclusive o Daily Mail, famoso jornal do Reino Unido. Uma garotinha de apenas 3 anos de idade é espancada pela mãe, de maneira cruel. Ela recebe chutes no chão e é levantada no ar pelos cabelos, tudo porque a mãe não conseguia achar o seu tablet e culpava a garota pelo ocorrido. [VIDEO]

O vídeo, que choca a internet, mostra com detalhes, toda a violência que foi reportada pelas mídias locais e o que culminou na remoção da menininha e de suas duas irmãs, para o serviço social, enquanto o caso está sendo apurado pelas autoridades.

A testemunha que filmou os acontecimentos quer permanecer anônima, mas ajudou a produzir provas da violência contra as crianças.

O vídeo

No vídeo, se vê claramente a mãe extremamente nervosa, dizendo que vai matar a menina e acusando-a de roubar o tablet. A mãe grita várias vezes: "por que você não se lembra onde deixa minhas coisas?"

A garota se mostra bastante assustada e se cobre com os cobertores da cama, como que para se proteger, e a mãe continua: "Me dê meu tablet! Você estava com ele na mesa quando eu cheguei aqui. Me dê logo porque eu vou matar você!", vocifera a mulher.

A menina chora muito, mas não comove a mãe, ao contrário, depois de gritar os muitos impropérios para a filha, a mãe se aproxima dela, que está muito assustada, agarra-a pelos cabelos e a suspende no ar por alguns segundos. Em seguida, arremessa a filha no chão e lhe desfere pontapés! A garotinha é chutada nas costas pela mãe enfurecida.

Serviço Social

O Serviço Social da Argentina teve várias denúncias do fato, depois que o vídeo foi postado no Facebook e os que assistiam, se revoltavam!

Até o momento, o nome da mãe não foi divulgado e também não se sabe se ela foi presa ou responderá em liberdade. O que é de conhecimento da mídia, é que as três crianças foram retiradas de casa e estão sob a proteção do serviço social enquanto que a Justiça investiga, apura os fatos e dá um destino a elas. A menininha que sofre toda a violência no vídeo, é a mais velha das três irmãs.

Podemos ver, no mesmo vídeo, um bebê ao lado da menina na cama onde os ataques da mulher começaram.

Comoção da mídia

Também se sabe que o que levou as autoridades a tomarem uma providência foi o fato do vídeo ser amplamente compartilhado na rede social Facebook e, depois do desfecho, os que ajudaram a divulgar o vídeo e os que ligaram para o serviço social do local, sentem que parte da justiça foi feita. Agora, aguardam para que ela se cumpra em sua plenitude, com a prisão da violenta mulher.

Como denunciar abuso/violência infantil no Brasil

No Brasil, há um serviço de denúncias, o "dique 100" [VIDEO], que de acordo com Irina Bacci, ouvidora nacional da Secretaria dos Direitos Humanos é um canal onde se recebem as denúncias e se encaminha para que um órgão especializado tome providências.

"A partir do depoimento, encaminhamos para o órgão competente. Por isso, é importante fornecer o máximo de informações possíveis: que tipo de violação a criança sofre (abuso, exploração ou violência física), quem é o autor (familiares ou terceiros). Às vezes, há necessidade de ação policial", explica Irina.