Pelo menos 36 pessoas morreram [VIDEO] na manhã desta terça-feira (2) em Lima, no Peru, quando um ônibus que carregava 53 passageiros acabou caindo de um precipício com quase 100 metros de altura. A informação foi confirmada pelo Ministério da Saúde do Peru. O acidente aconteceu às 11h43 (14h43 no horário de Brasília).

O local onde aconteceu o acidente é conhecido como "Curva do Diabo" e está localizado na estrada Pasamayo, usado como desvio da rota Panamericana, na beira do Oceano Pacífico, a 45 quilômetros ao norte da capital Lima.

De acordo com as últimas informações, o ônibus [VIDEO] saiu da cidade de Huacho, localizada a 130 km ao norte de Lima, com destino à capital.

A agência Reuters informou que o coletivo despencou no precipício após colidir contra um caminhão.

Segundo o coronel Dino Escudero, que chefia a divisão de controle rodoviário de Lima, essa é uma zona de curva de grande perigo, onde acontecem muitos acidentes.

Resgate de corpos em acidente com ônibus deve demorar para ser concluído

De acordo com informações da agência Andina de Notícias, os corpos ainda estão sendo retirados do local do acidente e deverá demorar muitas horas para que os trabalhos possam ser concluídos. O Comandante do Corpo de Bombeiros, Lewis Mejía, disse que sete dos feridos no acidente com o ônibus já foram resgastados e encaminhados para atendimentos em hospitais nas cidades da região.

O trabalho de resgate dos corpos está sendo executado com dificuldade, mas os bombeiros estão fazendo uso de algumas ferramentas para conseguir resgatar outros corpos que ainda estão presos no interior do ônibus.

Ainda de acordo com a agência Andina, o ônibus pertencente à empresa San Martín de Porres de Huacho, ficou com os pneus para cima e o telhado foi totalmente esmagado.

Mais mortos que feridos em acidente com ônibus

O coronel Escudero informou em nota, que existem mais vítimas fatais que feridos e que o ônibus ficou caído a poucos metros do mar depois de cair do alto da rodovia peruana. Foi preciso contar com a ajuda de um helicóptero da polícia local para levar os socorristas para realizar o atendimento aos feridos no acidente com o ônibus. Outros socorristas precisaram descer caminhando com a ajuda de cordas.

Na operação, foi registrada a presença de 30 carros da polícia e dos bombeiros no local do acidente. A Marinha também ajudou com o envio de uma lancha patrulha que colaborou com os socorristas no local do acidente.

Onibus-serpentin-pasamayo-peru-v2.png" data-max-size="1600x1809" data-max-size-url="https://s2.glbimg.com/rfe1De0Jn3LnxHM-4LYztW-Q3HE=/0x0:1600x1809/1600x0/smart/filters:strip_icc()/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_59edd422c0c84a879bd37670ae4f538a/internal_photos/bs/2018/b/B/LLEyn5TiCLNQDmUVMQ5Q/mapa-acidente-onibus-serpentin-pasamayo-peru-v2.png" data-media-index="1">