Trabalhar no exterior muitas vezes é uma opção para quem deseja alcançar objetivos em busca de uma melhor qualidade de vida. Atualmente, muitas pessoas têm pensado em emigrar para outro país, seja por conta de algum relacionamento conjugal, estudo ou mesmo a abertura de negócios.

A escolha do país para viver nesse período de adaptação é um dos pontos mais importantes, pois cada nação tem sua legislação migratória específica. O visto de Trabalho, por exemplo, está entre os principais tópicos de discussão no quesito emprego para brasileiros no exterior [VIDEO], como pode ser constatado a seguir.

Austrália

O governo local oferece a possibilidade de brasileiros terem acesso ao visto de trabalho na Austrália. Segundo informações dos órgãos governamentais, cidadãos brasleiros podem solicitar a permanência no país por motivos profissionais, tanto temporariamente, como de forma definitiva.

Argentina

Com o objetivo de fomentar o crescimento socioeconômico, bem como garantir a estabilidade política entre países membros como o Brasil e Argentina, o Mercosul tem colaborado com o aumento do fluxo migratório dessas nações. Tanto brasileiros como argentinos têm o direito de solicitar um visto de residência temporária, seja para fins de estudar ou trabalho, permitindo também com isso viajar dentro dos territórios de seus respectivos países vizinhos pelo período de dois anos.

Uruguai

A nação uruguaia também faz parte do Mercosul, permitindo assim a livre circulação de brasileiros em seu território e vice-versa. Além de ser possível também abrir empresas, estudar e trabalhar no Uruguai, desde que as orientações do Ministério das Relações Exteriores sejam seguidas.

Canadá

Mais recentemente, o Canadá tem oferecido a possibilidade de até 20 horas de trabalho semanais para estudantes que frequentam alguma graduação no país.

Com a conclusão do curso, o estudante pode trabalhar por mais três anos, e, após esse período, solicitar o visto de permanência definitiva. Vale lembrar que a concessão é apenas para brasileiros que tenham adquirido o visto de estudante para o Canadá, pelo período acima de seis meses de curso, havendo a possibilidade de extensão do visto mencionado.

Nova Zelândia

Assim como ocorre no Canadá, a Nova Zelândia oferece permissão de trabalho para brasileiros de até 20 horas semanais aos matriculados em curso com duração superior a 14 semanas. Sendo possível ainda trabalhar por mais dois anos, em caso do estudante comprovar a atividade exercida, seja em área relevante dentro de sua formação, adquirindo para isso o visto pós-estudo.

Visto para morar em Portugal

Para morar em Portugal [VIDEO], o cidadão brasileiro deve ter em mente que o país é parte da União Europeia e ter ou não a cidadania de algum país do bloco pode fazer toda a diferença. Contudo, se esse não for o caso, ainda assim o interessado pode adquirir alguns desses vistos abaixo.

  • Golden Visa, para investidores de imóveis, por exemplo;
  • Visto de Empreendedor;
  • Visto de Estudante;
  • Visto de Trabalho;
  • Visto de Rendas Próprias, onde os aposentados brasileiros podem solicitar esse tipo de visto de residência em Portugal.
  • Visto Startup, voltado aos criadores de empresas da área de Tecnologia da Informação ou setores afins.

Estados Unidos

Ainda que seja possível acompanhar pelo noticiário algumas restrições às políticas de imigração nos Estados Unidos, após o início do governo de Donald Trump, ainda há muitas possibilidades para brasileiros no país.

Há diversos tipos de concessão de vistos nos Estados Unidos, sendo possível trabalhar como contratado de uma empresa internacional com sede no país, por exemplo. Nessa situação, o pedido deve ser feito ainda no Brasil e o mesmo deve ser aprovado pela imigração norte-americana.

Para conseguir o visto de trabalho nos EUA, o interessado também pode avaliar as possibilidades concedidas pelos vistos "O ou P", direcionados às pessoas de habilidades específicas e com o patrocínio de um empregador sediado em território americano, conhecidos pelo termo em inglês sponsor.

Conheça outras modalidades de visto para brasileiros nos EUA

  • Visto de trabalho B1 específico para viagens de negócios e empregados domésticos.
  • Visto F1 para estudantes acadêmicos e vocacionais;
  • Visto H2B, direcionado para quem deseja exercer atividade temporária nos EUA, como em agências que oferecem cruzeiros da Disney, serviços de hotelaria, etc);
  • Visto J1, concedido em caso de programas de aupair (babá) ou trainne (estagiários).