Uma menina de 2 anos foi encontrada por sua mãe, na varanda do apartamento, em temperaturas baixíssimas, segundo a Polícia. Quando chegou em casa, a mãe encontrou Wynter Parker na rua, já em estado de hipotermia.

Ela ainda fez uma ligação desesperada com a polícia de Ohio, nos Estado Unidos, na tarde de na sexta-feira (32), dizendo-lhes que sua filha havia sido encontrada congelada na varanda. Infelizmente, os esforços dos paramédicos não foram suficientes e a menina acabou falecendo [VIDEO] no Hospital Infantil de Akron, nos EUA.

Pai adormeceu

A mãe contou que havia deixado a criança sob cuidado do pai, para participar alguns eventos junto com seu outro filho, de 4 anos.

Porém, o pai, que está trabalhando em turnos à noite, acabou dormindo e o pior aconteceu. Na chamada para as emergências da mãe da menina, se percebe o desespero dela, gritando angustiada: "ela está congelada!".

Enquanto isso, o operador falava calmamente com a mãe, pedindo para ela executar manobras de reanimação na menina, até que a equipes de socorro chegassem para ajudar. As temperaturas na cidade do Ohio, que já fica perto da fronteira com o Canadá, baixaram até os 20º negativos, na sexta-feira, sendo fácil de imaginar a condição a que essa menina, que nem estava vestida para o frio, acabou passando. A bebê não levava vestido um chapéu, casaco ou luvas.

Um caso de hipotermia

A polícia está investigando este incidente trágico, mas até ao momento, ainda não fez qualquer acusação, se acreditando que possa mesmo não fazer, uma vez que tudo aponta para uma tragédia, sem intenção de ninguém.

Os resultados da autópsia são esperados em breve, mas a primeira análise do consultório forense já descreveu o caso, dizendo que a menina morreu por "hipotermia grave".

Em homenagem à menina [VIDEO], as pessoas estão deixando ursos de pelúcia na varanda da casa da família, consternados com a perda desses pais, como é compreensível.

Hospital deixa alerta para o frio

O hospital de Akron, onde a menina morreu, está fornecendo algumas dicas de segurança no inverno para pais com crianças pequenas. A ideia seria que esse tipo de tragédias, por distração, não se voltem a repetir.

Deste caso, a pequena Wynter poderia ter visto o pai dormindo e poderia ter saído, procurando por sua mãe. Quando chegou ao exterior, já não conseguiu retornar.

No hospital, falaram que o efeito de congelamento pode começar na pele após 30 minutos em contato com uma temperatura mínima de zero grau, e logo entra em hipotermia simultaneamente. "Essa é uma das coisas que os pais não percebem. Isso acontece muito mais rápido com as crianças", revelou um porta-voz do hospital.

Por isso, eles deixam um sério aviso para os dias mais frios: "Os pais devem se certificar de que as crianças usam camadas de roupas quando saem no frio e devem também monitorar quanto tempo elas estão fora."