Uma mulher que ainda não teve sua identificação confirmada e tampouco revelada, foi encontrada com o corpo esquartejado e jogada como lixo em ruas de uma cidade da Índia. O país que tem ficado conhecido por crimes bárbaros, viveu uma outra tragédia de crueldade inigualável. Recentemente você também viu que um homem estuprou e dilacerou uma criança de apenas oito meses de idade. Este crime chegou até o conhecimento do primeiro-ministro indiano para providências e mudanças nas leis do país para que elas sejam mais severas e coíbam os crimes contra criança e mulher.

Mas enquanto a legislação na Índia não muda, os crimes brutais vão acontecendo e chocando todo o mundo.

Mulher é achada em sacos de lixo

A mulher que não foi identificada estava grávida, aparentemente de oito meses e aparentava ter algo em torno de 25 a 30 anos de idade. As partes de seu corpo foram encontradas em dois sacos de lixo na última terça-feira, 30 de janeiro, e ganhou o mundo por conta da violência.

Os sacos de lixo foram jogados no Jardim Botânico em Kondapur, perto da cidade de Hitech, em Hyderabad, distrito importante da Índia.

Um funcionário do local achou muito estranho os sacos de lixo e notou que de dentro deles escorria um líquido que se parecia com sangue. O funcionário então acionou as autoridades locais que chegaram e fizeram a abertura dos sacos.

Para a surpresa de todos uma mulher esquartejada entre 25 e 30 anos foi encontrada e para chocar mais ainda todos que estavam no local, ela estava grávida. Em um saco estavam a cabeça e as mãos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

No outro todo o resto do corpo. A revelação foi feita pelo Comissário adjunto da Polícia (Divisão Madhapur) N Shyam Prasad Rao à agência de notícias PTI.

Polícia revela algo chocante sobre o corpo

Segundo o comissário, após o alerta de populares e de um funcionário do Jardim Botânico local, dois sacos de lixo foram encontrados escorrendo sangue e a polícia foi acionada. Ao chegar no local providenciou a abertura dos sacos e foi encontrada uma mulher grávida de, aparentemente, oito meses, que provavelmente foi morta em um lugar próximo e posteriormente desovada no local.

Aparentemente, a morte teria acontecido há dois ou três dias. A polícia acionou ginecologistas da cidade para tentar identificar quem seria a mulher, usando fotos de sua cabeça que foi retirada do corpo.

Mais notícias sobre o mundo bizarro

Neném de 8 meses é violado por parente e tem órgãos dilacerados: 'Estrilava

Mãe que revelou que amamenta e transa ao mesmo tempo recebe pior castigo

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo