Na manhã desta segunda-feira (26), Prentis Robinson caminhava tranquilamente na área da universidade de Wingate, cidade situada no estado da Carolina do Norte (EUA [VIDEO]). De chapéu estilo ‘cowboy’, faixa na cabeça e bastão de selfie na mão, ele conversava com a câmera enquanto transmitia a cena ao vivo no Facebook. Não imaginava que era seu último dia na Terra.

Porém, em determinado momento, o homem é surpreendido por um indivíduo ao lado da estrada.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Curiosidades

Robinson troca algumas palavras com o futuro algoz, inclusive diz estar “ao vivo” na internet.

Contudo, o cenário descontraído se transforma. Feito uma abrupta tempestade que irrompe a calmaria em alto mar, o desconhecido saca a arma e dispara quatro tiros no norte-americano, que morre ali mesmo, durante transmissão ao vivo na rede social.

O motivo do crime [VIDEO] permanece desconhecido, mas a emissora local informa que as autoridades identificaram o assassino. “A polícia diz que Douglas Cleveland Colson teria fatalmente atirado em Prentis Robinson na Jerome Street, em Wingate, na manhã de segunda-feira. O tiroteio aconteceu perto da Universidade Wingate”, comenta a WBTV.

O sujeito foi reconhecido pelos investigadores. Eles descobriram a identidade do assassino devido a câmera de Robinson, que o filmou instantes antes do homicídio. Apesar de interrogado no mesmo dia, Colson foi solto. Entretanto, após conseguir a ordem de prisão, a polícia o capturou nesta terça-feira (27).

Devido aos constantes homicídios em escolas do país, assim que a Universidade de Wingate soube do crime, fechou o campus e postou comunicado no Twitter, alertando para alunos e professores permanecerem dentro das salas.

“Permaneçam abrigados no lugar. A polícia está na cena de um crime do campus pela rodovia 74 ao sul da delegacia. A polícia está no campus, mas não há atirador ativo no campus. No entanto, todos devem permanecer abrigados no lugar até nova ordem”. Veja a seguir.

Em decorrência do assassinato, boatos sobre um atirador ativo dentro da Universidade começaram a circular no município. Com objetivo de estancar os rumores, autoridades desmentiram as informações.

“Todos os relatos de um atirador ativo na Wingate University ou Wingate Elementary são falsos. Campus e estudantes estão seguros. Ambas as escolas [foram fechadas] devido a cena de homicídio ativo na rua Jerome em Wingate”, declara o Union County Sheriff‏.

Confira abaixo.

Veja o vídeo