Um acidente de Trabalho trágico e horripilante ganhou as manchetes dos principais jornais do mundo, infelizmente, milhares de pessoas morrem todos os anos vítimas de acidentes durante a jornada diária de trabalho. Os números de vítimas de acidentes de trabalho no Brasil são alarmantes, segundo o portal de notícias online 'Correio Braziliense', por descuido, falta de equipamentos de segurança e até exaustão provocam 700 mil acidentes de trabalho por ano em todo o país.

Dados do Ministério do Trabalho revelam a gravidade do problema, o Brasil é a quarta nação do mundo que mais registra acidentes durante atividades laborais, atrás apenas da China, da Índia e da Indonésia.

Estima-se que o prejuizo causado aos cofres públicos por causa dos acidentes de trabalho no país chegue a quantia absurda de R$ 22 bilhões, neste valor não está incluso o gasto com trabalhadores sem carteira assinada, caso fosse contabilizado os gastos ultrapassariam os R$ 40 bilhões. Segundo estimativa do Ministério do Trabalho entre os anos 2012 e 2016, foram registrados 3,5 milhões de casos de acidente de trabalho em 26 estados e no Distrito Federal.

Acidente macabro

De acordo com o site de notícias internacionais 'Daily Mail', o acidente com asfalto fervente aconteceu na cidade de Newcastle, na Inglaterra, o trabalhador identificado como Paul Turnbull, de 39 anos, fazia parte da equipe que cuidava da pavimentação de uma estrada naquela cidade, quando um caminhão se aproximou do homem e despejou a massa asfáltica fervente sobre ele.

Paul ficou preso até a altura da cintura e só foi retirado do local com a ajuda de uma empilhadeira, porém durante o resgate ele sofreu uma grave lesão na coluna, além de queimaduras graves no rosto e no abdômen.

Sobreviveu

Apesar da gravidade do acidente, Paul Turnbull milagrosamente sobreviveu, ele foi socorrido e levado para o hospital mais próximo do local do acidente. Esta tragédia aconteceu no dia 18 de janeiro de 2016, hoje Paul precisa de uma cadeira de rodas para se locomover, por causa da lesão na coluna, ele perdeu os movimentos da cintura para baixo. O motorista do caminhão identificado como Fraser Rowand, de 37 anos, foi considerado culpado pela justiça inglesa, que o sentenciou a 20 meses de prisão. Fraser revelou que faz orações todos os dias para Paul e que nenhuma sentença ou punição pode devolver a vida [VIDEO] que ele tinha antes do acidente.

É preciso redobrar a atenção no ambiente de trabalho, usar os equipamentos de segurança pois a prevenção ainda é a melhor solução.