Mais uma notícia violente assola as famílias de todo mundo, dada a barbaridade empregada para torturar e matar o menino Jeremiah Valencia. Para maior assombro de todos, ele foi morto pelo próprio padrasto e humilhado até seus últimos dias de vida. Jeremiah acabou sendo vítima da cruel insanidade humana.

O jovem de apenas 13 anos era forçado a viver em condições humilhantes, como em seus últimos dias de vida, que passou a viver em um pequeno canil de plástico como um verdadeiro animal, Além disto, ele foi torturado a cada dia que ali passou, até que não contente com toda a violência praticada contra o menino, o padrasto acabou ceifando-lhe a vida.

A humilhação era tanta que ele nem mesmo podia usar o banheiro e tinha que usar fraldas geriátricas para que fizesse suas necessidades fisiológicas dentro do cercadinho para animais.

Garoto era humilhado diariamente

Segundo a Polícia local do Novo México, onde o menino morava, o corpo foi encontrado em uma cova rasa próximo a uma estrada local em janeiro deste ano. Ainda não se sabe o motivo de tamanho ódio do menino, mas, de fato, o garoto antes de morrer foi vítima de humilhações bizarras, abusado constantemente, espancado e queimado, provavelmente, vivo. O corpo foi encontrado com uma fralda geriátrica, que segundo a polícia seria mais um dos 'castigos' impostos ao menino. Também foi constatada a violência sexual e ferimentos ao longo do corpo.

Thomas Ferguson, de 42 anos, o padrasto do adolescente, é considerado o principal suspeito das barbaridades, mas a mãe do adolescente e outra pessoa também são acusadas pelo crime.

A mãe do adolescente é Tracy Ann Peña, de 35, e o outro acusado é Jordan Nuñez, de 19 anos, que é filho de Thomas. Segundo ainda as acusações, Jordan também abusou do menino e a morte teria acontecido em novembro de 2017.

Padrasto, seu filho e a mãe da vítima são acusado

O padrasto foi acusado por nada menos que 17 Crimes. A morte só foi descoberta porque o homem confessou a um condenado que havia matado seu enteado. O homem, tentando reduzir sua pena, entregou Thomaz. A mãe acabou assumindo que participou da ocultação do cadáver do próprio filho, pois afirmou que foi obrigada a fazê-lo. Segundo ela, o homem havia a ameaçado caso ela falasse algo ou não participasse da barbárie.

Todos estão presos.

Mais notícias do mundo bizarro

Mãe enforca duas filhas menores, se mata e deixa bilhete explicando mortes; veja [VIDEO]

Tio ataca menina e ela liga pro pai aflita e em prantos: 'Ele vai me abusar' [VIDEO]