Uma jovem identificada apenas como Lauren, de 29 anos, que é virgem, [VIDEO] descobriu que está grávida de seu primeiro filho. Ela foi contra o conselho de seu médico e da família religiosa e encontrou um doador de esperma. A Mulher, que é de uma comunidade de Manitoban, no Canadá, está esperando o bebê para o mês de junho. Segundo ela, está feliz com notícia a ajudará a não ter que lidar com namoro, algo que ela não quer.

A jovem disse que está feliz e pretende permanecer virgem pelo resto da vida. Ela ainda disse que beijar uma pessoa é "estranho". Apesar das boas notícias, no entanto, Lauren também sofre de hipopituitarismo, que é uma desordem rara que afeta os hormônios de uma pessoa e é algo com que lutou desde que era mais nova.

Hipopituitarismo

A glândula pituitária produz uma série de hormônios ou elementos químicos que são liberados no sangue para controlar outras glândulas no corpo. Se a hipófise não está produzindo um ou mais desses hormônios, ou não produzindo o suficiente, essa condição é conhecida como hipopituitarismo.

Os efeitos comuns da desordem incluem: cansaço excessivo, fraqueza muscular, períodos irregulares (oligomenorreia) ou perda de função menstrual normal (amenorreia), fertilidade reduzida e diminuição do desejo sexual. [VIDEO]

A desordem de Lauren forçou-a a experimentar a puberdade muito mais tarde na vida e ela foi constantemente provocada por ser diferente dos outros. Embora não tenha planos de encontrar alguém no futuro, ela admitiu que chegou a gostar de alguém, mas percebeu que não era algo que gostava.

A jovem ainda se pergunta o que seria ter relações sexuais com alguém. No entanto, ela visitou em sites de namoro até que começou a receber mensagens chocantes de homens que a deixaram sem jeito.

Embora tenha tido dificuldades com a época escolar e namoros, Lauren disse que engravidar era o desafio mais difícil que já havia passado. "A coisa mais difícil provavelmente era ficar grávida", continuou ela.

"Inicialmente, meu endocrinologista disse que não iria acontecer, que eu precisaria obter um doador de esperma e gastar dezenas de milhares de dólares. Eu me senti realmente fechada", acrescentou. Seu médico ainda a encaminhou para uma clínica de fertilização.

Depois de esperar um ano, ela felizmente descobriu que estava esperando um bebê. Lauren vem de uma família profundamente religiosa, mas ela insiste que engravidar dessa maneira não tem nada a ver com a sua religião.

Leia também

Homem assassina a namorada e grava vídeo dela agonizando antes de morrer [VIDEO]

Mulher tem macaco hidráulico inserido na genitália; órgãos internos dilacerados [VIDEO]