Um homem identificado como Jerry Lee Curry, de 51 anos, foi preso após abusar das Filhas gêmeas. O caso foi registrado nos Estados Unidos. Segundo algumas informações, Jerry, que ganhou o apelido de ‘’Monstro de Minneapolis’’, foi preso após as jovens o acusarem de ter torturado e abusado delas. Diante disso, a polícia começou a investigar o caso e mandou uma intimação para Jerry.

Ele se entregou à polícia na quarta-feira (21), um dias após ser formalmente acusado de estupro, tortura e violência contra as filhas pelo tribunal distrital do condado de Hennepin. Uma das filhas, que hoje tem 20 anos, relatou que o pai [VIDEO] abusou dela e da irmã por 8 anos, entre a infância e a adolescência.

A vítima relatou que não denunciou o pai antes porque tinha medo de algo acontecer. Com essas provas, Jerry foi preso. Atualmente, ele se encontra em uma penitenciária nos Estados Unidos. Uma das filhas chegou a ficar grávida do pai duas vezes, com as crianças nascendo em junho de 2014 e outubro de 2017.

Repercussão mundial

O caso está gerando uma grande repercussão nas redes sociais do mundo todo. No Facebook, algumas pessoas estão compartilhando e comentando o caso, pois se trata de algo bastante cruel.

Diversos internautas que estão acompanhando essa história disseram que esse homem deveria pegar a pena máxima por ter feito algo tão cruel com as filhas [VIDEO]. Outras pessoas comentam que Jerry deveria passar por uma avaliação psicológica, porque o comportamento dele não é normal.

Atualmente, esse é um dos casos mais comentados no mundo.

Diversas pessoas estão comovidas com a história dessas duas moças, que foram abusadas pelo pai.

Brasil

No Brasil, a cada 11 minutos, uma mulher é abusada por algum familiar ou desconhecido. Crimes de Abusos sexuais são frequentes no país pelo fato de não terem leis rígidas contra os acusados. Atualmente, a pena máxima cumprida nas cadeias brasileiras é de 30 anos.

Diante disso, muitos criminosos se aproveitam e cometem diversos crimes, como roubos e abusos sexuais. Atualmente, um projeto de lei está sendo debatido para tentar aumentar a pena máxima no país.

Abusadores podem morrer nas cadeias

Em todos os países, os detentos não suportam o crime de abusos sexual. Quando algum abusador chega à penitenciária, muitos detentos fazem justiça com as próprias mãos, violentando o acusado.

Muitas das vezes, o suspeito pode ser morto pelo crime que cometeu. Diante disso, muitos abusadores pedem para ficar em uma cela separada dos demais presos, pois s sabem que irão sofrer nas mãos dos prisioneiros.