Um pai afirma que atraiu um pedófilo que estava convindo sua filha de 11 anos para um encontro e compartilhar as fotos dele online. O autoproclamado caçador de pedófilos Walter Rodríguez afirma ter fingido ser a filha depois que ela confiou nele. Porém, o pai constatou que a menina teve conversas de texto inapropriadas com Germán Acosta, de 29 anos.

Rodriguez pegou o telefone da filha e continuou o bate-papo como se fosse a menina, eventualmente concordando em conhecer Acosta.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Polícia

Eles marcaram um encontro em uma rua em Buenos Aires, a capital argentina, que ocorreu no sábado passado (10).

Rodriguez chegou ao destino e imediatamente atacou o suposto pedófilo.

Ele, então, postou fotos do homem espancado com sangramento no rosto no Facebook. "Este homem estava enviando mensagens para minha filha de 11 anos. Ele enviou fotos explícitas [VIDEO]e queria encontrá-la", escreveu Rodríguez quando publicou as fotos.

O pai acrescentou que Acosta merecia ser morto e também publicou o nome completo e número de telefone celular. Ambos os homens agora devem comparecer no tribunal. Rodriguez é acusado de agressão, enquanto a Acosta é acusado de aliciamento de menores, o que tem pena máxima prevista de quatro anos de prisão na Argentina.

Rodriguez também publicou com as fotos as supostas conversas entre o Acosta e sua filha. Numa troca de mensagens, ela disse: "Eu sou virgem". Acosta respondeu: "Isso é bom". Em outro, Acosta enviou-lhe uma foto de seu pê***.

Ao publicar as fotos em sua conta nas mídias sociais, Rodriguez tornou pública a identidade da filha.

Não está claro se existe uma lei contra a identificação de vítimas de crimes sexuais na Argentina, como existe nos países do Reino Unido e na maioria dos países desenvolvidos. O chamada "caça pedófilo" é uma forma cada vez mais comum de vigilância, que busca internautas que mantêm contatos de teor erótico com crianças, a fim de identificar a prender os infratores sexuais.

Caçadores de pedófilos

Dezenas de organizações surgiram no Reino Unido, incluindo o Dark Justice. Os dois fundadores do grupo disseram que foram motivados por incidentes de captura de crianças em sua cidade natal e porque cortes na Polícia significaram que os oficiais não dispunham de recursos para enfrentar o problema de aliciamento de crianças.

Os caçadores disseram: "Quando as pessoas nos mandam, nos próximos três minutos sempre diremos: ‘Tenho 14 anos de idade, estou aqui para fazer amigos. Então, eles começam a conversar e nove vezes em 10 conversas começam a ficar muito sexuais’".

Leia também

Mãe denuncia companheiro após gravar vídeos dele abusando da filha de 12 anos [VIDEO]

Rapaz envia vídeo para amigos se gabando que jovem morreu tendo relações com ele [VIDEO]