Ela é uma mulher Virgem, de 29 anos, que se sente feliz sozinha e acha que beijar é estranho. Lauren pertece a uma comunidade profundamente religiosa em Manitoba, no Canadá, mas sua devoção total não a impediu de encontrar um doador de esperma. Agora, e apesar de virgem, Lauren está esperando seu primeiro bebê [VIDEO], que vai nascer em junho. Ela foi contra o conselho de sua família, amigos e médicos, e diz que está ansiosa para ser a primeira mãe virgem.

Explicando seu desinteresse íntimo

Lauren diz que está feliz com sua decisão de permanecer virgem para o resto da vida e espera que seu bebê a ajude a escapar de um mercado de namoro, que ela acha difícil de lidar.

No entanto, Lauren também sofre com hipopituitarismo, que é uma desordem rara que afeta seus hormônios e teve um impacto significativo sobre ela desde uma idade muito jovem.

"Eu nasci com hipopituitarismo, o que significa que minha glândula pituitária não está formada adequadamente. Não envia as mensagens hormonais corretas para as outras glândulas do corpo, como a glândula adrenalina ou meus ovários", explicou a jovem canadense. Isso significa que Lauren experimentou a puberdade muito mais tarde do que muitos de seus amigos e colegas. E a pior parte é que eles perceberam e isso foi razão para bullying, lá nos tempos de escola. "As crianças reparam em qualquer coisa que seja diferente. Muitas dessas provocações me deram uma ansiedade social até hoje. Minha vida começou a melhorar quando eu comecei a parecer com todos os outros", explicou a jovem.

'Beijar é estranho', para ela

Lauren também admite que acha que sair em um encontro é uma coisa sem sentido. Ela diz que, embora tenha estado em alguns encontros, simplesmente não resulta, quando ela prefere se focar mais em si mesma. Porém, ela confessou que depois de engravidar, houve momentos em que ela pensou em ter relações íntimas com alguém, apenas para ver como seria.

No entanto, mesmo suas experiências de beijar a deixaram com um sentimento estranho e inseguro, e ela diz que beijar alguém não é algo que ela quer "reviver". Os sites de namoro também nunca conseguiram atraí-la, com Lauren dizendo que algumas das mensagens que recebeu dos homens a deixaram chocada e desgostada.

Quis ser mãe, apesar de tudo

Lauren revelou que essa falta de desejo por outras pessoas, não é um fator que a incomode. No entanto, seus problemas hormonais deixaram-a mais preocupada agora, quando ela desejou engravidar [VIDEO]. Inicialmente, seu endocrinologista disse que seria muito difícil ela conseguir.

Apesar disso, ele encaminhou-a para uma clínica de fertilidade e, depois de uma agonizante espera de um ano, Lauren disse que sua vida mudou, mesmo contra a vontade de sua família. E mesmo crescendo em uma comunidade extremamente religiosa, que aconselhava o casamento antes da Maternidade, o que ela rejeitou.

Falando sobre pessoas que disseram que não poderia ter um bebê até ela se casar, Lauren disse: "É o oposto de uma razão religiosa. Se você está me dizendo que não posso fazer isso, eu vou fazer isso mesmo".