Duas garotas adolescentes teriam sido sequestradas e abusadas por nove homens durante um período de duas semanas. Uma das vítimas tem 17 anos, e a outra 15 anos, ambas foram resgatadas pela Polícia na segunda-feira (19). A polícia disse que as famílias das meninas registraram uma queixa relatando o caso. O crime foi registrado no distrito de Koriya, em Chhattisgarh, na Índia. Segundo informações da imprensa local, um dos acusados era conhecido de uma vítima e ele tinha levado a jovem para o local sob o pretexto de se casar com ela.

"No dia 4 de março, o principal acusado, Abhijeet Pal Pinku, de 20 anos, levou uma das vítimas, com quem ele estava tendo um caso, sob o pretexto de se casar com ela [VIDEO].

Um amigo da vítima os acompanhou", disse o superintendente de polícia de Koriya, Nivedita Sharma. Conforme relatos, Abhijeet Pal violou as duas garotas. Mais tarde, ele e mais oito de seus amigos confinaram as duas adolescentes e as violentaram repetidamente por cerca de 15 dias.

De acordo com a polícia, sete dos nove homens já foram presos e estão sendo acusados de estupro coletivo, sequestro, ocultação ou confinamento de forma indevida das vítimas, de acordo com o código penal indiano. A polícia está atrás dos outros suspeitos que estão foragidos da Justiça. Os sete suspeitos foram identificados como Ashraf Ali de 26 anos, Manoj Kumar, de 28 anos, Hemraj Panika, de 20 anos, Avinash, de 28 anos, Jitendra Kumar Rai, de 26 anos, RakeshKumar Navait, de 23 anos, e Abhijeet Pal, de 20 anos. o caso continua sendo investigado.

Outro caso de violência sexual contra mulher

Outro caso semelhante também aconteceu na Índia. Na ocasião, uma mulher de 35 anos foi supostamente violentada sexualmente por oito homens na frente de seu marido, na cidade de Assam. O casal ficou preso em Chaparmukh e não conseguiu encontrar transporte. Foi quando Marjot Ali, o principal acusado, se ofereceu para ajudá-los. Em seguida, levou o casal para uma rua de pouco movimento, no local outros sete homens os aguadavam.

O grupo primeiro espancou o marido e depois estuprou sua esposa. Para as autoridades locais, o principal acusado foi identificado como Marjot Ali, que assim que viu o casal ofereceu ajuda, com pretexto de lhes dar abrigo para a noite. Porém, o suspeito levou as vítimas para um lugar isolado, próximo do rio Kopili. “O grupo bateu no marido, em seguida, violentou a mulher na frente dele antes de roubar o casal e fugir do local", disse a polícia para a imprensa local.

Leia também

Bebê morre após ter o pescoço degolado durante parto cesariana; veja [VIDEO]

Mulher é brutalmente violentada por 8 homens da frente do marido; veja [VIDEO]