Uma atriz de filmes adultos deu uma entrevista ao programa "60 Minutes", tradicional programa jornalístico da rede CBS (Columbia Broadcasting System ou, em português, Sistema Columbia de Radiodifusão). A entrevista de Stormy Daniels rendeu ao programa de TV sua maior audiência na última década.

A única entrevista que repercutiu assim foi a do ex-presidente dos EUA (Estados Unidos da América) Barack Obama e sua esposa, Michele, quando deixaram a Casa Branca. Um público de aproximadamente 20 milhões de americanos ligaram a TV para ver a entrevista da atriz falando sobre o seu suposto caso com o atual presidente norte-americano, Donald Trump.

Stormy conta que teve um caso com Trump em 2006, quando ele era casado e havia acabado de ter um filho. Ela também afirma que os dois mantinham relações íntimas sem proteção.

A atriz iria vender sua história com Trump para uma revista, um acordo que seria 15 mil dólares, cerca de 50 mil reais, isso cinco anos depois do caso entre eles, em 2011. A revista desistiu do acordo depois que o advogado de Trump ameaçou entrar com um processo.

A atriz afirma que não ganhou o dinheiro, e a Casa Branca nega que o caso dos dois tenha de fato acontecido. Stormy disse ter recebido ameaça para não revelar o caso que teve com Trump. Segundo ela, um homem chegou até seu carro no estacionamento, aonde ela e a filha se encontravam, e disse para a atriz esquecer Donald Trump e a história entre os dois. Então, o rapaz se inclinou para sua filha e disse à ela que era uma menininha linda e seria uma pena se acontecesse algo com a mãe, disse Stormy.

O apresentador do programa perguntou se a atriz considerava isso como uma ameaça, e ela respondeu: "Totalmente". Ela contou também que jamais sentiu atração pelo presidente dos Estados Unidos e apenas continuou a sair com ele porque estava pensando nisso como um bom negócio para ela.

Segundo a atriz, Trump havia prometido tentar colocá-la no programa de TV "O Aprendiz", que na época ele apresentava. Stormy também disse que na época, Trump [VIDEO] não se importou sobre os dois saírem e não pediu para que ficasse quieta sobre o assunto.

Segundo a atriz, ele apenas ficou preocupado com isso quando ela entrou em um acordo com a revista para contar a história entre eles. Stormy disse que não pode responder se há imagens ou algo que prove sua relação no passado com Donald Trump, mas seu advogado disse na semana passada que poderia provar.

Ele publicou a foto de um CD ou DVD com a legenda: "Se uma foto vale mil palavras, quantas palavras valem esta?" Antes da eleição presidencial nos Estados Unidos, em 2016, ela diz que assinou um contrato que receberia 130 mil dólares, cerca de 400 mil reais, para que ficasse quieta sobre o assunto. Porém, agora ela mudou de ideia por sentir necessidade de esclarecer tudo.