Um marido encharcado de sangue transmitiu um vídeo ao vivo no Facebook momentos depois de esfaquear a esposa até a morte, de acordo com a Polícia. Na horrível filmagem, o homem identificado como Abu Marwan, de 41 anos, fala de frente para a câmera, com o rosto e as mãos cheias de sangue.

De acordo com a imprensa local, o homem alegou que matou a esposa, de quem estava separado, depois que ela o expulsou da casa onde estava morando quando tentou visitá-la para resolver alguns problemas pessoais. O crime foi cometido na Alemanha, onde o assassino reside.

Homem mata esposa com vários golpes de faca no pescoço

No vídeo perturbador, o homem diz aos seus seguidores do Facebook que suas ações são uma mensagem para as mulheres que "irritam" seus maridos, afirmando: "É assim que você vai acabar".

Conforme relatos da polícia, o homem é natural da Síria e é acusado de esfaquear a ex-companheira de 37 anos pelo menos cinco vezes.

As investigações da polícia alemã apontaram que a mulher foi esfaqueada na região do pescoço, dentro da própria residência onde morava, no Sudoeste da Alemanha. Durante a transmissão ao vivo no Facebook, o suspeito aparece ao lado do filho, um adolescente de 12 anos. No vídeo, que foi removido da rede social, o homem pode ser visto tocando seu rosto com uma mão suja de sangue.

Homem pede para usuários compartilhar a transmissão ao vivo

Usando um óculo, uma jaqueta preta e um camiseta cinza, ele sai de frente da câmera e desce alguns degraus da escada antes de parar ao lado de uma parede. Durante a transmissão, o homem chegou a pedir aos usuários do Facebook que compartilhassem as imagens ao vivo.

Após cometer o crime, Abu Marwan fugiu levando o filho e tomando rumo ignorado. Uma filha do acusado, que não aparece nas imagens, foi quem acionou a polícia, relatando que a mãe havia sido assassinada pelo pai. [VIDEO] Quando os policiais chegaram no local confirmaram a veracidade dos fatos.

Uma busca foi feita na localidade atrás do acusado e pouco tempo depois o sírio foi preso em Mühlacker, região administrativa de Karlsruhe, estado de Baden-Württemberg. Em seguida foi levado para uma delegacia de polícia para prestar mais esclarecimento sobre o fato.

Segundo relatos, os filhos do casal, dois meninos e uma menina, foram entregues a um abrigo para adolescentes. O jornal Mühlacker Tagblatt informou que a família havia se mudado da Síria para a Alemanha como refugiada, mas que o pai não mais morava com eles. A polícia está investigando o caso.

Leia também

Adolescente tem garganta cortada após fugir com homem de 45 anos [VIDEO]

Vizinhos flagram pai e filha mantendo relações sexuais no quintal de casa; veja